00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) CEDU - CENTRO DE EDUCAÇÃO TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - GRADUAÇÃO - CEDU Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - PEDAGOGIA - CEDU
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/riufal/5652
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: O desencanto do encanto de ser professor
Autor(es): Gomes, Maxwell da Silva
Silva, Silvanio Lessa da
Primeiro Orientador: Lima, Walter Matias
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Ana Maria Vergne de Morais
metadata.dc.contributor.referee2: Menezes, Anderson de Alencar
Resumo: Este artigo teve como objetivo compreender como se dá, no período de formação, o desencanto pela profissão docente, que repercute para além da universidade, influenciando negativamente o exercício da profissão, ocasionando níveis altos de estresse, depressão e afastamento da função de ser professor. Foi construído a partir de pesquisas bibliográficas em teóricos que estudaram a questão do encanto e desencanto pela profissão, o mal-estar docente e sobre a história da formação docente no Brasil. As pesquisas foram baseadas nos seguintes teóricos: BORGES, AQUINO E PUENTES (2011); CANDAU (2016); CUNHA (2013); FONSECA (2013); GADOTTI (2000); GATTI (2013); IÓRIO (2016); KIMURA et al. (2012); NASCIMENTO E RODRIGUES (2018); OLIVEIRA, SOARES E SOUSA (2011); SANTANA, SANTOS E BARROS (2016); SAVIANI (2009); SAVIANI (2011); SAVIANI (2005); SILVA (2011); SÍVERES (2015); TOMAZZONI et al. (2016) e VIEIRA (2016). Buscou-se responder sobre os possíveis agentes desmotivadores que levam os jovens a não escolherem a formação e a profissão docente; ocorrem durante o processo de formação e que desestimula o graduando a se tornar um professor; e, levam o professor, no exercício da sua função, a pensar em parar de atuar. Como resultado dos estudos realizados ficou entendido que diversos fatores ainda produzem um certo encantamento em alguns, os motivando a escolherem a formação e profissão docente. Contudo, dentro da formação, os desencantos começam a serem produzidos e levam muitos a desistência ainda no período de formação e outros já no exercício da profissão. Ficou, assim, clara a necessidade de o governo voltar o olhar de forma muito mais acurada para a categoria docente, bem como da criação de políticas públicas de valorização profissional mais aprimoradas e efetivadas, para, com isso, desencadear, dentro da sociedade, um possível retorno ao encanto pela profissão docente.
Palavras-chave: Encanto
Formação docente
Desencanto
Mal-estar
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Pedagogia
Citação: GOMES, Maxwell da Silva; SILVA, Silvanio Lessa da. O desencanto do encanto de ser professor. 2019. 30 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura Plena em Pedagogia) - Centro de Educação, Curso de Pedagogia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5652
Data do documento: 15-mai-2019
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - PEDAGOGIA - CEDU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
O desencanto do encanto de ser professor.pdf490.08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.