Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7200
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: A questão de gênero no material promocional de prevenção e enfrentamento do abuso sexual de crianças e adolescentes
metadata.dc.creator: Silveira, Fabio Ferreira da
metadata.dc.contributor.advisor1: Barretto, Elvira Simões
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Márcia Iara Costa da
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Fernanda Ferreira da
metadata.dc.description.resumo: Trata de uma reflexão crítica sobre peças publicitárias que abordam o enfrentamento e a prevenção do abuso sexual de crianças e adolescentes. Parte-se da problematização acerca da tendência à ausência do debate e/ou reconhecimento da existência de abuso sexual em crianças e adolescentes do sexo masculino. Detecta-se, portanto, que é importante a perspectiva de gênero na abordagem do tema. Objetiva-se promover a reflexão da necessidade de inclusão da perspectiva de gênero nas campanhas de prevenção e enfrentamento do abuso sexual, assim como identificar a presença de crianças e adolescentes do gênero masculino nas campanhas. Sendo assim, debruça-se sob a pesquisa documental de modo a compreender as temáticas em pauta e analisar categoricamente três peças publicitárias. A fundamentação teórica traz a cena estudos de Bobbio (2004) Ribeiro (2012) e Sarmento (2013) para abordar os Direitos Humanos; Santaella (1998) e Peirce (1914 apud MOREIRA, 2015), enquanto autoridades nos estudos sobre semiótica; e Barretto (2008), Scott (1995) como base na temática de gênero; com intuito de desenvolver uma discussão crítica sobre a abrangência e efetividade das campanhas de prevenção e enfrentamento do abuso sexual. O gênero é um primeiro modo de dar significado às relações de poder, tendo como ponto de partida o sexo ao qual pertencem os corpos denominados masculinos e femininos. Essa leitura realça a trajetória histórica dos Direitos Humanos em relação à violação da dignidade e propriedade sobre o corpo, no conjunto das relações sociais fundadas a partir das diferenças percebidas entre os sexos, além das relações de poder e as características próprias de cada gênero de acordo com o contexto sociocultural. Essas diferenças implicam em normas e papéis sociais diferenciados, desencadeando em desigualdades sociais e opressões que atingem os gêneros. A investigação demonstra a escassez de estudos e campanhas publicitárias que abrangem sobreviventes femininas e masculinas, permitindo vislumbrar a realidade na qual há um foco massivo no feminino e fraco no masculino.
Abstract: It deals with a critical reflection on advertising pieces that address the confrontation and prevention of sexual abuse of children and adolescents. This begins from the problematization of the tendency to the absence of debate and / or recognition of the existence of sexual abuse in male children and adolescents. It is detected, therefore, that the gender perspective is important in addressing the theme. There is a questioning of the gender issue based on theoretical discussion about sexual and reproductive rights rather than sexuality itself, thus leaving sexual violence in male children and adolescents in the background. We aim to reflect on the need to include a gender perspective in campaigns to prevent and combat sexual abuse, as well as to identify the presence of male children and adolescents in the campaigns. Therefore, we focus on documentary research in order to understand the themes at hand and categorically analyze three advertising pieces. The theoretical foundation brings to the scene studies by Bobbio (2004) Ribeiro (2012) and Sarmento (2013) to address Human Rights; Santaella (1998) and Peirce (1914 apud MOREIRA, 2015), as authorities in studies on semiotics; and Barretto (2008), Scott (1995) on the theme of gender; in order to develop a critical discussion on the scope and effectiveness of campaigns to prevent and combat sexual abuse. Gender is the first step of giving meaning to power relations, starting with the sex to which the so-called male and female bodies belong to. This reading highlights the historical trajectory of Human Rights in relation to the violation of dignity and self-ownership, in the set of social relations founded on the perceived differences between the sexes, in addition to the power relations and the specific characteristics of each gender in accordance with the socio-cultural context. These differences imply different social norms and roles, triggering social inequalities and oppression that affects the genders. The investigation demonstrates the scarcity of studies and advertising campaigns that cover female and male survivors, allowing a glimpse of the reality in which there is a massive focus on the female and weak focus on the male.
Keywords: Gênero
Direitos humanos
Abuso sexual de crianças e adolescentes
Iconografia
Material promocional
Gender
Human rights
Child and adolescent sexual abuse
Iconography
Promotional material
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Serviço Social
Citation: SILVEIRA, Fabio Ferreira da. A questão de gênero no material promocional de prevenção e enfrentamento do abuso sexual de crianças e adolescentes. 2020. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Serviço Social) - Faculdade de Serviço Social, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2020.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7200
Issue Date: 4-Sep-2020
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - SERVIÇO SOCIAL - FSSO



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.