Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2982
metadata.dc.type: Tese
Title: Da “inocência” à “malícia” no discurso publicitário a serviço do capital
Other Titles: From “innocence” to “malice” on advertising discoursen serving to the capital
metadata.dc.creator: Araujo, Luciano Luiz
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva Sobrinho, Helson Flávio da
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Sóstenes Ericson Vicente da
metadata.dc.contributor.referee2: Magalhães, Belmira Rita da Costa
metadata.dc.contributor.referee3: Pimentel, Mercia Sylvianne Rodrigues
metadata.dc.contributor.referee4: Ramires, Lídia Maria Marinho da Pureza
metadata.dc.description.resumo: Inscrito na Teoria da Análise do Discurso (AD), fundada por Michel Pêcheux, este trabalho tem o objetivo de analisar, na materialidade do discurso publicitário, a forma-material (linguística e histórica) de suas ambiguidades e equívocos e desvelar o funcionamento dos seus efeitos, refletindo sobre o movimento/deslocamento de sentidos da “inocência” às “malícias” existentes no discurso a serviço da lógica capitalista. Nas materialidades discursivas analisadas, verificamos um gesto sutil/malicioso para a venda do produto apresentado na propaganda. O funcionamento da ambiguidade e do equívoco em sua linguagem apontou para um lugar que traz à tona a discussão sobre Gênero, visto que o discurso apresentado sugere a mulher como objeto sexual, sugerindo ainda a inveja para consumir determinado produto, ciúmes, infidelidade, cobiça/avareza pelo poder e a prática de delito na “obtenção” do produto. O funcionamento do discurso, que joga com a aparente “inocência” dos efeitos de sentidos, está determinado, em sua base sócio-histórica, pela eficácia da “malícia” do discurso publicitário a serviço do capital. Trata-se de uma reflexão que se faz necessária na sociedade, no intuito de verificar o que foi colocado na propaganda ter gerado um debate, se tais ideias estariam de acordo às normas estabelecidas socialmente, bem como compreender se tudo é permitido para venda da mercadoria. Isso vem atender à lógica do capital, o fato de utilizar-se esteticamente da malícia para fazer circular produtos para o consumidor. Essa utilização da linguagem implica em uma Formação Discursiva Maliciosa, que traz consigo certo rompimento/transgressão com outras formações discursivas, como a religiosa e a jurídica, e traz consigo, de modo paralelo, os sentidos de “ser feliz” para cumprir com determinada formação ideológica do mercado.
Abstract: Included on Discourse Analysis Theory, founded by Michael Pêcheux, the aim of this work was to analyze, based on materiality of advertising discourse, the material-shape (linguistic and historical) of its ambiguities and equivoques, as well as to reveal the functioning of its effects reflecting over the movement/transfer of “innocence” to “malice” sense, that exist in the discourse favorable to the logic of capitalism. In the material discourses appraised, it was detected a subtle/malicious gesture to sale the advertised product. The ambiguity and equivoque functionality, on it own language, pointed to a place that bring up the discussion regarding Gender, considering that the presented discourse suggest the woman as a sexual tool, still advising envy to purchase a specific product, moreover jealous, infidelity, greed/avarice for the power and the practice of transgression on product achievement. The discourse functioning, which plays with the apparent innocence of the sense effects, is determined on its socio-historical base, by the efficacy of “malice” on advertising discourse serving the capital. It is about a necessary society reflection, objecting to verify what if was inserted on advertisement has provoked discussions, if such ideas was in accordance with the established social rules, or even to understand if everything is allowed to sell goods. Therefore, this cohort of information is build to attend the logic of capital, the fact of use malice in an esthetical shape to promote goods circulation to the costumers. Such language utilization implicate on a Malice Discourse Formation, which brings together a degree of rupture/transgression with other discursive formations, i.e. religious and juridical, and also brings in parallel the sense of “be happy” to accomplish a determined ideological formation on market.
Keywords: Análise do Discurso
Publicidade
Malícia
Gênero
Sujeito
Linguagem
Discourse analysis
Advertising
Malice
Gender
Subject
Language
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística
Citation: ARAUJO, Luciano Luiz. Da “inocência” à “malícia” no discurso publicitário a serviço do capital. 2017. 153 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, Programa de Pós Graduação em Letras e Linguística, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2982
Issue Date: 26-Apr-2017
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FALE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Da “inocência” à “malícia” no discurso publicitário a serviço do capital.pdf3,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.