Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1265
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Adjetivações da obra de Vigotski na produção científica da psicologia brasileira
Other Titles: Adjetives of the work of Vigotski in the scientific production of brasilian psychology
metadata.dc.creator: Lima, Camila Teixeira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Adélia Augusta Souto de
metadata.dc.contributor.referee1: Mesquita, Marcos Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee2: Maheirie, Kátia
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho tem como objeto de estudo as adjetivações que a obra de Vigotski recebeu no Brasil, tendo como área principal de estudo as produções científicas da psicologia. Objetivou realizar uma metassíntese da produção brasileira, e especificamente, catalogar a produção acadêmica que se utiliza das adjetivações da obra de Vigotski, caracterizar as produções da área da psicologia, identificar se há referência de Vigotski nos resumos, caracterizar os conceitos das adjetivações utilizadas nas produções, fornecer subsídios para reflexão dos avanços desta teoria e traçar a trajetória histórica de seus rumos. Para tanto, realizou-se uma metassíntese das produções acadêmicas na pós-graduação brasileira nos anos de 2007-2011, no banco de teses e dissertações da CAPES. Os procedimentos se caracterizaram pela contextualização da produção por área de conhecimento, onde foram utilizados quatro descritores, sócio-histórica, sócio-cultural, histórico-cultural e histórico-social; pela identificação da produção da psicologia; e pela análise de resumos, combinada às diferentes grafias do nome do autor. Por último, realizou-se a análise do capítulo teórico das teses demarcadas com a adjetivação sócio-histórica combinada às diferentes grafias de Vigotski. Os resultados indicam que a área de conhecimento com maior número de produções em todas as adjetivações é a da educação. A área da psicologia possui maior número de produções com a adjetivação sócio-histórica, ficando em segundo lugar a adjetivação histórico-cultural. As adjetivações sócio-cultural e histórico-social não demonstram aproximação com a teoria vigotskiana pela análise de resumos. As grafias mais utilizadas na área da psicologia foram: Vigotski e Vygotsky. A grafia e as adjetivações adotadas apresentam-se enquanto aspectos não muito enfatizados, tendo preponderância os aspectos temáticos relacionados à teoria vigotskiana. Os conceitos de adolescência e/ou juventude, a afetividade, ZDP marcam as discussões das teses analisadas, as quais atreladas a estes conceitos enfatizam o uso do termo sócio-histórico como fundamental para compreensão das temáticas discutidas, uma vez que, este termo indica uma superação dos parâmetros biológicos como definitivos.
Abstract: The present study has how object of study the adjectives the work of Vygotsky received in Brazil, and having major field of study the scientific productions of psychology. aimed to perform a meta-synthesis of Brazilian production, and specifically, catalog the academic literature that uses the adjectives the work of Vygotsky, characterize the products of the field of psychology, identify if there are reports of Vygotsky summaries, characterize the concepts of adjectives used in the productions, provide subsidies to reflect the advances this theory and trace the historical trajectory of its course. For this we carried out a meta-synthesis of academic productions in Brazilian graduate in the years 2007-2011, the bench theses and dissertations from CAPES. The procedures are characterized by contextualization of production per area of knowledge, where four descriptors, socio-historical, socio-cultural, historical-cultural and historical-social were used; identifying the production of psychology; and by analysis of summaries, coupled with different spellings of the name of the author. Finally, we performed a theoretical analysis section theses marked with the socio-historical adjective coupled with different spellings of Vygotsky. The results indicate that the knowledge area with the highest number of productions in all adjectives is that of education. The field of psychology has a larger number of productions with the socio-historical adjectives, placing second in the historical-cultural adjective. The sociocultural and socio-historical adjectives show no approach to Vygotskian theory for examining abstracts. The spellings used more in psychology were: Vigotski and Vygotsky. The spelling and adjectives adopted feature was pending very emphasized aspects with preponderance theme aspects the Vygotskyan theory. The concepts of adolescence and / or youth, affection, ZPD mark discussions of theses analyzed, which linked to these concepts emphasize the use of the term socio-historical as fundamental to understanding the themes discussed, since this term indicates a overcoming the biological parameters as definitive.
Keywords: Vigotski, L. S., (Lev Semenovich)
Metassíntese
Psicologia
Metasynthesis
Psychology
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: LIMA, Camila Teixeira de. Adjetivações da obra de Vigotski na produção científica da psicologia brasileira. 2014. 85 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1265
Issue Date: 14-Mar-2014
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - IP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adjetivacoes da obra de Vigotski na producao cientifica da psicologia brasileira.pdf8.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.