Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1226
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Números: o (des)conhecimento docente de uma escola pública
Other Titles: Numbers: the (not) knowledge of a public school in Alagoas
metadata.dc.creator: Oliveira, Mariglene Jatobá Vieira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Mercedes Bêtta Quintano de Carvalho Pereira dos
metadata.dc.contributor.referee1: Lins, Abigail Fregni
metadata.dc.contributor.referee2: Guerra, Ediel Azevedo
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa buscou investigar o conhecimento que cinco professoras dos anos iniciais de Ensino Fundamental de uma escola pública de Maceió acionam, para ensinar números aos alunos. A pesquisa delineou-se em uma abordagem qualitativa, na qual foi adotada a modalidade estudo de caso. O estudo tomou por base as informações manifestadas em uma sessão de grupo focal, na qual, além de serem discutidas questões referentes ao conhecimento numérico das professoras, também foram analisadas atividades realizadas pelos alunos, com o objetivo de fazer as professoras refletirem sobre suas ações nas salas de aula. Para subsidiar teoricamente este trabalho foram utilizados os estudos de Shulman (2005), Ponte, Matos & Abrantes (1998), Kamii (1990), Nunes & Bryant (1996) e Pires (2000). A análise qualitativa dos dados denunciou a fragilidade conceitual sobre números das professoras que participaram da pesquisa e, por consequência, a dificuldade dos alunos em compreender números. O estudo também demonstrou que as práticas pedagógicas das referidas professoras ainda estão ancoradas no currículo do ensino clássico da Matemática, por estarem pautadas na memorização e mecanização de regras, sem a apropriação de conceitos.
Abstract: This research aimed to investigate the numerical knowledge of five teachers from a Maceió’s public elementary school use of teaching numbers to their students. This research was outlined in a qualitative approach in which case study was adopted. This work took as data base the information expressed in a focal group session, in which, yonder the discussion about the teacher’s numerical knowledge, also was analized the activities done by the students, with the focus on the teachers reflection about their actions in class. To support this work it was used theoretically studies of Shulman (2005), Ponte, Matos & Abrantes (1998), Kamii (1990), Nunes & Bryant (1996) and Pires (2000).The qualitative data analysis denounced the conceptual weakness of numbers from the teachers who participated in the research and, consequently, the difficulty of students numbers understanding. The study also demonstrated that the pedagogical practices of those teachers are still anchored in the school curriculum of classical Mathematics, by being guided in memorization and mechanization of rules, without the appropriation of concepts.
Keywords: Conhecimento numérico.
Currículo.
Ensino e aprendizagem
Numerical knowledge.
Curriculum.
Teaching and learning
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática
Citation: OLIVEIRA, Mariglene Jatobá Vieira de. Números: o (des)conhecimento docente de uma escola pública. 2013. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Centro de Educação, Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1226
Issue Date: 25-Apr-2013
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - CEDU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Números o (des)conhecimento docente de uma escola pública.pdf2.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.