00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) EENF - ESCOLA DE ENFERMAGEM TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO - EENF Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - ENFERMAGEM - EENF
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/riufal/7713
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Descrição do perfil de resistência microbiana das infecções relacionadas à assistência à saúde de um hospital de doenças infectocontagiosas de uma capital do Nordeste brasileiro
Autor(es): Souza, Evandro Everson Silva
Primeiro Orientador: Almeida, Alda Graciele Claudio dos Santos
metadata.dc.contributor.referee1: Nagliate, Patrícia de Carvalho
metadata.dc.contributor.referee2: Souza, Carlos Dornels Freire
Resumo: As infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) são definidas como qualquer infecção adquirida após a internação de uma pessoa em um hospital e que se manifeste durante a internação ou mesmo após a alta, quando puder ser relacionada com a hospitalização. Objetivo: Descrever o perfil de resistência microbiana das infecções relacionadas à assistência à saúde de um hospital de doenças infectocontagiosas. Métodos: estudo observacional descritivo, quantitativo e retrospectivo. Pesquisa feita através de coleta de dados nos exames de cultura, nas fichas de notificações e testes de sensibilidade antimicrobiana dos pacientes que foram internados nos anos de 2018 e 2019 e desenvolveram infecção durante o período de hospitalização. Resultados: Foram avaliadas 52 fichas de notificações de infecções relacionada à assistência à saúde (IRAS). Identificaram-se seis sítios de infecção: pulmão (50,0%), trato urinário (25,0%), tegumento (11,6%), traqueia (5,8%), intra-abdominal (3,8%) e sangue (3,8%); com destaque para o sistema respiratório: infecções pulmonares foram observadas em 50,0% dos indivíduos. Observou-se predomínio de internações por Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (42,9% dos internados na enfermaria e 41,9% dos internados na UTI). No presente estudo a maior frequência de resistência observada nas enfermarias foi Ceftriaxona (84.6%), seguida de Sulfazotrim (83,3%) e ampicilina+sulbactam (80,0%). Enquanto na UTI, o maior perfil de resistência foi Sulfazotrim (100,0%), seguido da ampicilina+sulbactam (90,0%), Pieracilina+tazabactam sódico (75,0%) e Ceftriaxona (72,7%). Conclusão: Os dados obtidos no estudo mostram elevada frequência de multirresistência principalmente em Gram-negativos: Pseudomonas aeruginosa (61,5%), seguido de Acinetobacter baumannii (53,8%), e da Escherichia gergoviae (55,6%).
Abstract: Health-related infections (HAIs) are defined as any infection acquired after a person is admitted to a hospital and appears during hospitalization or even after discharge, when it can be related to hospitalization. Objective: Description of the microbial resistance profile of changes related to health care in a hospital with infectious diseases. Methods: observational, descriptive, quantitative and retrospective study. Research carried out through the collection of data in the culture exams, in the notification forms and antimicrobial sensitivity tests of patients who were hospitalized in the years 2018 and 2019 and developed infection during the hospitalization period. Results: 52 health-related notification forms (IRAS) were evaluated. Six infection sites were identified: lung (50.0%), urinary tract (25.0%), integument (11.6%), trachea (5.8%), intra-abdominal (3.8%) and blood (3.8%); with emphasis on the respiratory system: pulmonary diseases were observed in 50.0% of the requirements. There was a predominance of hospitalizations for Acquired Immunodeficiency Syndrome (42.9% of those admitted to the ward and 41.9% of those admitted to the ICU). In the present study, the highest frequency of resistance observed in the wards of Ceftriaxone (84.6%), followed by Sulfazotrim (83.3%) and ampicillin + sulbactam (80.0%). While in ITU, the highest resistance profile was Sulfazotrim (100.0%), followed by ampicillin + sulbactam (90.0%), Pieracillin + tazabactam sodium (75.0%) and Ceftriaxone (72.7%). Conclusion: The data obtained in the study show a high frequency of multidrug resistance mainly in Gram-negative: Pseudomonas aeruginosa (61.5%), followed by Acinetobacter baumannii (53.8%), and Escherichia gergoviae (55.6%).
Palavras-chave: Enfermagem
Infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS)
Resistência microbiana a medicamentos
Nursing
Microbial Resistance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Enfermagem
Citação: SOUZA, Evandro Everson Silva. Descrição do perfil de resistência microbiana das infecções relacionadas à assistência à saúde de um hospital de doenças infectocontagiosas de uma capital do Nordeste brasileiro. 2021. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Escola de Enfermagem, Curso de Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Embargado
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7713
Data do documento: 11-mar-2021
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - ENFERMAGEM - EENF



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.