00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) EENF - ESCOLA DE ENFERMAGEM TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO - EENF Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - ENFERMAGEM - EENF
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/riufal/6313
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Identificação de microrganismos para controle de infecção em feridas crônicas
Título(s) alternativo(s): Identification of microorganisms for infection control in chronic wounds
Autor(es): Lima, Gabriella Keren Silva
Primeiro Orientador: Bernardo, Thaís Honório Lins
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Santos, Fabianny Torres de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Melo, Larissa Houly de Almeida
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Fabianny Torres de Oliveira
Resumo: Introdução: Nos serviços de saúde onde são realizados tratamentos de feridas crônicas, uma das maiores intercorrências estão ligadas ao surgimento de infecções, pois elas atrasam a cicatrização da lesão e acarretam em prejuízos sistêmicos para o portador. O objetivo do estudo foi identificar os microrganismos presentes em lesões crônicas do tipo vasculogênica, diabética e de pressão para o tratamento de infecções em feridas. Metodologia: Trata-se de um estudo quatitativo, de caráter exploratório descritivo em um hospital de grande porte público e de ensino. O estudo foi dividido em três etapas, sendo: entrevista com os profissionais de enfermagem; entrevista com os pacientes; coleta de swab e biópsias para cultura. As coletas foram realizadas nos pacientes cadastrados em um ambulatório de feridas, onde foi realizada uma limpeza do leito da lesão com SF 0,9% e realizado a coleta do material com swab e logo após biópsia. Foi realizada a identificação das bactérias gram positivas e negativas. Através do resultado da análise microbiológica os microrganismos foram separados de acordo com os valores de incidência segundo etiologia da lesão. Resultados: A amostra final foi de 40 pacientes, sendo realizadas 40 swabs e 40 biópsias. Dos 40 swabs, 32 foram positivos e 08 foram negativos; já dentre as biópsias, 30 foram positivas e 10 negativas. Foram encontrados 15 tipos de microrganismos diferentes, sendo 02 (13,3%) bactérias de origem gram positivas e 13 gram negativas. Das bactérias encontradas, a gram positiva com maior frequência foi a staphylococcus aureus (8,06%) produtora de beta-lactamase. Entre as gram negativas, as mais comuns foram pseudomonas aeruginosas (40,3%), providencia stuartii (9,67%) e proteus mirabilis (6,45%). A gram negativa pseudomonas aeruginosas foi o microrganismo mais encontrado em todos os tipos de lesões. As gram positivas foram encontradas apenas nas úlceras vasculogênicas e diabéticas. A maior diversidade de microrganismos foi encontrada em lesões do tipo vasculogênica, correspondendo a 08 tipos de microrganismos distintos. Conclusão: A partir desse estudo foi possível identificar os principais microrganismos de acordo com a etiologia da lesão para o tratamento de infecções.
Abstract: Introduction: In health services where chronic wound treatments are performed, one of the major complications is linked to the appearance of infections, as they delay the healing of the lesion and cause systemic damage to the patient. The objective of the study was to identify the microorganisms according to the etiology of the lesion to treat infections in chronic vasculogenic, diabetic and pressure wounds. Methodology: This is a descriptive exploratory quatitative study in a large public and teaching hospital. The study was divided into three stages: interview with nursing professionals; interview with patients; swab collection and culture biopsies. Samples were collected from patients registered at a wound outpatient clinic, where the wound bed was cleaned with 0.9% SF and material was collected with swab and soon after biopsy. Identification of gram positive and negative bacteria was performed. Through the result of microbiological analysis the microorganisms were separated according to the incidence values according to the etiology of the lesion. Results: The final sample consisted of 40 patients, 40 swabs and 40 biopsies. Of the 40 swabs, 32 were positive and 08 were negative; Among the biopsies, 30 were positive and 10 negative. Fifteen different types of microorganisms were found, 02 (13.3%) gram positive and 13 gram negative. Of the bacteria found, the most frequent gram positive was beta-lactamase-producing staphylococcus aureus (8.06%). Among the negative gram, the most common were pseudomonas aeruginosa (40.3%), providencia stuartii (9.67%) and proteus mirabilis (6.45%). Gram negative pseudomonas aeruginosa was the most common microorganism found in all types of lesions. Gram positive were found only in vasculogenic and diabetic ulcers. The greatest diversity of microorganisms was found in vasculogenic lesions, corresponding to 08 different types of microorganisms. Conclusion: From this study it was possible to identify the main microorganisms according to the etiology of the lesion for the treatment of infections.
Palavras-chave: Ferimentos e lesões - Tratamento
Infecções
Cuidados de enfermagem
Bactérias – Identificação
Bactérias gram-negativas
Staphylococcus aureus
Pseudomonas aeruginosas
Providencia stuartii
Proteus mirabilis
Wound Infection
Nursing
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Enfermagem
Citação: LIMA, Gabriella Keren Silva. Identificação de microrganismos para controle de infecção em feridas crônicas. 2019. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Escola de Enfermagem, Curso de Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Embargado
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6313
Data do documento: 8-nov-2019
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - ENFERMAGEM - EENF

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Identificação de microrganismos para controle de infecção em feridas crônicas.pdf909.19 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.