Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7331
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Itinerários terapêuticos: compreensões à saúde mental no sertão alagoano
Other Titles: Therapeutic itineraries: understandings to mental health in the semi-arid of Alagoas
metadata.dc.creator: Ferreira, Edson da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Fernandes, Saulo Luders
metadata.dc.contributor.referee1: Leite, Jáder Ferreira
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Maria Auxiliadora Teixeira
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa exploratória que assume como objetivo analisar os itinerários terapêuticos de portadores de transtornos mentais severos e persistentes nos contextos do sertão alagoano. Os itinerários terapêuticos permitem compreender as formas de cuidado produzidas pelos sujeitos, a partir da intersecção de dispositivos formais e informais de cuidado, da noção ampliada de saúde e dos princípios da reforma psiquiátrica brasileira. O estudo foi realizado com sujeitos residentes na cidade de Jaramataia, localizada no sertão do Estado da Alagoas, usuários do serviço público de saúde mental residentes no município, em número de quatro usuários, dois do sexo feminino e dois do sexo masculino, adultos e que possuíam diagnósticos de transtornos mentais severos e persistentes. A pesquisa foi desenvolvida em três etapas: a primeira consistiu em uma revisão bibliográfica e leituras críticas de diversas produções que versam sobre a relação entre itinerários terapêuticos e saúde mental; a segunda, na inserção do pesquisador na comunidade pesquisada, na produção das informações por meio de questionário e entrevista semiestruturada, dados que foram submetidos, na terceira e última etapa, à análise por meio do método da análise de discurso. Os sentidos produzidos neste estudo guardam relação com outros achados presentes na literatura, que apontam a existência de uma realidade cujos serviços públicos de saúde disponíveis são escassos e distantes entre si, inviabilizando oacesso aos usuários, indicando um quadro amplo de vulnerabilidades, que sustentam o sofrimento psíquico; fragilização dos vínculos sociais e comunitários; assistencialismo na atenção à saúde mental da população; massiva medicalização da vida; fragilização da rede de atenção psicossocial (RAPS) e baixa densidade de dispositivos de bem-estar no território pesquisado. Ampliamos a compreensão sobre o recorte social estudado, ao tempo em que suscitamos novos problemas, como as condições de vida, gênero e saúde mental das mulheres sertanejas e a cronificação dos serviços de saúde mental nos territórios rurais, além da formação profissional em psicologia, por vezes distante das especificidades de um contexto que questiona a legitimidade da presença de um saber clínico tradicional na atenção à saúde mental no sertão.
Abstract: The present study is characterized as an exploratory qualitative research that assumes as objective to analyze the therapeutic itineraries of patients with severe and persistent mental disorders in the context of Alagoas’ semi-arid. The therapeutic itineraries allow to comprehend the ways of care produced by subjects, from the intersection of formal and informal devices of care, from the wide notion of health and from the Brazilian psychiatric reform principles. The study was conducted with subjects from the city of Jaramataia, located in the State of Alagoas’ semi-arid, users of the mental health public service in the county, being four users, two females and two males, adults and with persistent and severe mental disorder diagnostics. The research was developed in three phases: the first one consisted in a bibliographic review and critic reading of several works about the relation between therapeutic itineraries and mental health; the second phase was based on the insertion of the researcher in the community, the production of information through surveys and semi structured interviews, data that were analyzed in the third and last phase through the speech analysis method. The senses produced in this study are related with other Works found in the literature that indicate the existence of a reality where the public health system is scarce and distant from each other, making unfeasible the access to the users, indicating a wide picture of vulnerabilities, that keep the psychic suffering; weakening of social and communitarian bonds; welfare in the attention to the population’s mental health; massive medicalization of life; weakening of the psychosocial attention network (PSAN) and low density of well-being devices in the researched territory. We expand the comprehension about the social cut studied, as we evoke new problems, such as conditions of life, gender and country women’s mental health and the chronification of mental health services in the rural territories, beyond the professional formation in psychology, many times distant from the specificities in a context that questions the legitimacy of the presence of a traditional clinic knowledge in the attention to mental health in Alagoas’ semi-arid.
Keywords: Itinerários terapêuticos
Saúde mental
Serviços de saúde mental – Alagoas
Therapeutic itineraries
Mental health
Semi-arid
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: FERREIRA, Edson da Silva. Itinerários terapêuticos: compreensões à saúde mental no sertão alagoano. 2020. 131 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2020.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7331
Issue Date: 13-Oct-2020
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - IP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Itinerários terapêuticos_ compreensões à saúde mental no sertão alagoano.pdf2,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.