Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7009
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Bordazul: bordado e cuidado
Other Titles: Bordazul: embroidery and care
metadata.dc.creator: Pereira, Kelcy Mary Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Bernardes, Jefferson de Souza
metadata.dc.contributor.referee1: Junqueira, Telma Low Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Lyra-da-Fonseca, Jorge Luiz Cardoso
metadata.dc.contributor.referee3: Silveira, Marília
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem o objetivo de apresentar uma pesquisa desenvolvida durante o mestrado em Psicologia. Trata-se de pesquisa desenvolvida a partir das experimentações do coletivo Bordazul, que desenvolve práticas de promoção de cuidado em saúde a partir do bordado, com um grupo de mulheres do litoral norte de Maceió/Alagoas. O grupo é composto por 26 mulheres. Os bordados tecem narrativas sobre as histórias e as memórias dessas mulheres, na relação com o cotidiano e o seu território. A investigação teve como objetivo geral compreender como a aprendizagem do bordado e o bordar junto contribuem para a produção de sentidos sobre cuidado, apresentando o Coletivo Bordazul. Para tal, almejamos, em específico: a) caracterizar o Coletivo Bordazul; b) analisar as relações entre bordado e cuidado produzidas pelas mulheres do Bordazul; e c) identificar as histórias que o coletivo quer contar. Como ferramentas metodológicas, trabalhamos com: 1) aproximação com a etnografia e a PesquisaCOM; 2) registro das conversas - diário bordado. Nesse sentido, o percurso metodológico se deu na participação nas atividades do grupo, buscando romper com a neutralidade da/o pesquisadora/or e a objetividade da ciência, e abriu espaço para outros posicionamentos participativos, dialógicos, propositivos e escutatórios, misturando atos de cuidar, de ser cuidada e de investigar. Considera-se a própria imersão no grupo como uma prática discursiva e de produção de sentidos. Problematiza-se a relação entre bordado e cuidado, ligando-se pontos entre as experiências cotidianas e a literatura localizada nas bases acadêmicas. São valorizados os processos baseados em autoria, autonomia e liberdade. Dessa forma, este trabalho dialoga com o campo da Psicologia Social, em sua interface com a saúde, a clínica, a política e a mobilização comunitária. A partir desses campos, buscou-se produzir conhecimentos plurais que contribuam para que as mulheres que vivem à margem (na borda) exerçam o protagonismo devido, em sua cidade e em suas próprias histórias. Apresenta-se, como resultado, o fortalecimento do processo criativo, da coparticipação e dos cuidados mútuos, bem como a tecelagem da poética Bordazul.
Abstract: This paper aims to present a research developed during the Master in Psychology. This is a researchdeveloped from the experiments of the Bordazul collective, which develops health care promotion practices based on embroidery, with a group of women from the north coast of Maceió/Alagoas. The group consists of 26 women. Embroidery weaves narratives about the stories and memories of these women, in relation to their daily lives and their territory. The research aimed to understand how learning embroidery and embroidering together contribute to the production of meanings about care, presenting the Bordazul Collective. To this end, we specifically aim to: a) characterize the Bordazul Collective; b) analyze the relationship between embroidery and care produced by women in Bordazul; and c) identify the stories the collective wants to tell. As methodological tools, we work with: 1) approximation with ethnography and COM Research; 2) conversation log - embroidered diary. In this sense, the methodological approach was to participate in the group's activities, seeking to break with the neutrality of the researcher and the objectivity of science, and opened space for other participatory, dialogical, purposeful and listening positions, mixing acts of care, to be cared for and to investigate. Immersion itself in the group is considered as a discursive practice and of meaning production. The relationship between embroidery and care is problematized, linking points between daily experiences and literature located in academic bases. Processes based on authorship, autonomy and freedom are valued. Thus, this work dialogues with the field of Social Psychology, in its interface with health, clinic, politics and community mobilization. From these fields, we sought to produce plural knowledge that contributes to the women who live by the margin (on the edge) to exercise due protagonism, in their city and in their own histories. The result is the strengthening of the creative process, co-participation and mutual care, as well as the weaving of the Bordazul poetic.
Keywords: Bordado
Cuidados de saúde
Território sociocultural
Psicologia social
Caution
Embroider
Territory
Embroidery
Social Psychology
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: PEREIRA, Kelcy Mary Ferreira. Bordazul: bordado e cuidado. 2020. 172 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Instituto de Psicologia, Programa de Pós Graduação em Psicologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7009
Issue Date: 25-Sep-2019
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - IP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bordazul: bordado e cuidado.pdf5,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.