Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6854
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Potencial de bactérias endofíticas para promoção de crescimento em couve da folha (Brassica oleracea var. acephala)
Other Titles: Potential of endopitic bacteria for growth promotion in leaf couve (Brassica oleracea var. acephala)
metadata.dc.creator: Araújo, Romário Guimarães Verçosa de
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, João Manoel da
metadata.dc.contributor.referee1: Duarte, Adriana Guimarães
metadata.dc.contributor.referee2: Dantas, Priscylla Costa
metadata.dc.description.resumo: Tendo em vista a preocupação com o meio ambiente e as novas tendências do mercado consumidor, que visa o consumo de alimentos orgânicos ou agroecológicos, vem ocorrendo uma mudança na agricultura dita convencional, que utiliza insumos e fertilizantes químicos, passando a buscar novos métodos de manejo que sejam menos prejudiciais ao ambiente. Objetivou-se por meio desse trabalho, verificar a capacidade de solubilização de fosfato em meio sólido, de bactérias endofíticas coletadas na mesosfera do semiárido alagoano, a capacidade de alguns desses isolados em colonizar in vitro o sistema radicular de plântulas de couve da folha, e verificar a atuação como promotores de crescimento em couve da folha. Ao todo foram isoladas 35 estirpes bacterianas, que foram submetidas a avaliação qualitativa em meio NBRIP sólido, sendo mensurado o diâmetro do halo e da colônia em 3 períodos (5, 10 e 15 dias) e calculado o índice de solubilização (IS), o ensaio foi executado em delineamento inteiramente casualisado em desenho fatorial com 3 repetições. Para avaliação da capacidade de promoção de crescimento, mudas de couve manteiga foram transplantadas para vasos de 500 mL, utilizando-se o delineamento inteiramente casualisado em esquema fatorial 2 x 6, onde o primeiro fator representa as condições de solo (autoclavado e não autoclavado), e o segundo fator os isolados endofíticos inoculados (ISO31, ISO33, ISO34, ISO48, ISO51 e tratamento controle). Ao septuagésimo sétimo dia após o plantio, foram avaliados os parâmetros biométricos das plantas (altura, diâmetro do coleto, número de folhas, área foliar, biomassa, matéria seca da parte aérea, comprimento do sistema radicular, matéria fresca do sistema radicular e matéria seca do sistema radicular) e foram realizadas análises do teor de clorofila dos tratamentos. Para o teste de colonização in vitro, plântulas foram imersas por uma hora em 10 mL de solução bacteriana cultivada por 24 horas com os endófitos, e incubadas em tubos de ensaio em meio ágar-água (0,3%) por sete dias, após incubação, foi avaliado a porcentagem de colonização radicular. Foi verificado a maioria dos isolados bacterianos (74,28%) possuem capacidade de solubilizar fosfato em meio sólido, com destaque para ISO31 e ISO65 que apresentaram os maiores índices de solubilização ao termino do ensaio. Os isolados inoculados não apresentaram capacidade de promoção de crescimento para a maioria das variáveis estudadas, sendo verificado incremento significativo apenas para altura das plantas, proporcionado pelo ISO31. A utilização de solo autoclavado, apresentou incremento apenas para biomassa e matéria seca da parte aérea. Em relação ao teor de clorofila, o ISO34 apresentou uma maior média, e a utilização de solo não autoclavado apresentou incremento significativo. No ensaio in vitro, foi comprovado a capacidade de colonização radicular, sendo ISO31 e ISO34, os que obtiveram maiores porcentagens de colonização.
Abstract: Considering the concern with the environment and the new trends in the consumer market, which aims at the consumption of organic or agroecological foods, a change has taken place in the so-called conventional agriculture, which uses chemical inputs and fertilizers, starting to look for new management methods which are less damaging to the environment. The objective of this work was to verify the capacity of solid end phosphate solubilization of endophytic bacteria collected in the mesosphere of the Alagoan semiarid region, the ability of some of these isolates to colonize in vitro the root system of leaf cabbage seedlings, and to verify the performance as promoters of growth in leaf cabbage. A total of 35 bacterial strains were isolated, which were submitted to qualitative evaluation in solid NBRIP medium. The halo and colony diameter were measured in 3 periods (5, 10 and 15 days) and the solubilization index (IS) was calculated. The assay was performed in a completely randomized design in factorial design with 3 replicates. To evaluate growth promotion capacity, cabbage seedlings were transplanted to 500 mL pots using a completely randomized design in a 2 x 6 factorial scheme, where the first factor represents soil conditions (autoclaved and non-autoclaved), and the second factor was the inoculated endophytic isolates (ISO31, ISO33, ISO34, ISO48, ISO51 and control treatment). Seventy - seven days after planting, the biometric parameters of the plants were evaluated (height, collection diameter, number of leaves, leaf area, biomass, shoot dry matter, root system length, fresh matter of the root system and dry matter of the root system) and analyzes of the chlorophyll content of the treatments were carried out. For the in vitro colonization test, seedlings were immersed for one hour in 10 mL of bacterial solution cultured for 24 hours with the endophytes, and incubated in test tubes in agarwater medium (0.3%) for seven days after incubation, the percentage of root colonization was evaluated. It was verified that most bacterial isolates (74.28%) have the capacity to solubilize phosphate in solid medium, with emphasis to ISO31 and ISO65 that presented the highest solubilization indexes at the end of the test. The inoculated isolates did not present growth promotion capacity for most of the studied variables, being verified a significant increment only for plant height, provided by ISO31. The use of autoclaved soil presented increment only for biomass and dry matter of the aerial part. In relation to the chlorophyll content, the ISO34 presented a higher average, and the use of nonautoclaved soil presented a significant increase. In the in vitro assay, the root colonization capacity was verified, being ISO31 and ISO34, the ones that obtained higher colonization percentages.
Keywords: Micro-organismos endofíticos
bactérias promotoras de crescimento
Couve da folha
Brassicaceae
Endophytic microorganisms
Growth promoting bacteria
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Agronomia
Citation: ARAÚJO, Romário Guimarães Verçosa de. Potencial de bactérias endofíticas para promoção de crescimento em couve da folha (Brassica oleracea var. acephala). 2019. 67 f. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso em Bacharelado em Agronomia) – Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo, 2020.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6854
Issue Date: 15-Jan-2019
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - AGRONOMIA



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.