Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6637
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Habilidades sociais e ansiedade social na infância e Adolescência: correlações e comparações entre grupos
Other Titles: Social skills and social anxiety in childhood and adolescence: correlations and comparisons between groups
metadata.dc.creator: Nobre, Mirella Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Freitas, Lucas Cordeiro
metadata.dc.contributor.referee1: Freitas, Maria Luiza Pontes de França
metadata.dc.contributor.referee2: Fernandes, Sheyla Christine Santos
metadata.dc.description.resumo: As Habilidades Sociais consistem de um conjunto de comportamentos sociais que podem ser desenvolvidos e apresentados pelos indivíduos em suas relações interpessoais. Estas habilidades podem sofrer influências do ambiente por meio da cultura e da sociedade. Diante de um contexto que naturalmente não favorece a aprendizagem, ocorrem déficits na aquisição e no desempenho destas habilidades. Os déficits em Habilidades Sociais são considerados fatores de risco para o funcionamento psicossocial e estão associados a transtornos psicológicos. A literatura aponta que o Transtorno de Ansiedade Social está relacionado, em diversas pesquisas empíricas, com os déficits no repertório de habilidades sociais. Levando em consideração esta relação e a importância de estudos que discutam a temática para auxiliar no tratamento deste transtorno, a pressente pesquisa teve como objetivo verificar a relação entre classes de habilidades sociais específicas e os indicadores de ansiedade social em estudantes do ensino fundamental de duas escolas públicas da cidade de Maceió – AL. Participaram do estudo 191 alunos de 10 a 13 anos de idade devidamente matriculados nas escolas onde foi realizada a pesquisa, bem como seus professores participaram como informantes do repertório social dos alunos. Os instrumentos utilizados foram os formulários para crianças e professores do Inventário de Habilidades Sociais, Problemas de Comportamento e Competência Acadêmica para Crianças (SSRS) e o Inventário de Fobia Social (SPIN – Social Phobia Inventory). Os resultados apontaram que mais da metade dos participantes apresentaram sintomas de ansiedade social (55,4%). Foram então criados dois grupos: um com e um sem ansiedade social, e a partir desta divisão foram realizadas análises de correlação e de comparação. As análises de correlação entre habilidades sociais avaliadas pelas crianças e ansiedade social, tanto para a amostra geral quanto para o grupo com indicadores de ansiedade social, demonstraram que quanto maior a ansiedade, menor foi a frequência de comportamentos de empatia. Na avaliação dos professores, foi encontrado que quanto maior o grau de ansiedade social, menor a frequência dos comportamentos relativos à cooperação e afetividade. A comparação do repertório de habilidades sociais entre os grupos com e sem ansiedade social, avaliado pelas crianças, apontou que houve diferença apenas na classe de responsabilidade, demonstrando que as crianças com indicadores de ansiedade social são menos responsáveis. Na avaliação dos professores não houve diferença significativa entre os grupos. Esses resultados foram discutidos em termos dos déficits e recursos em habilidades sociais de crianças que apresentam ansiedade social. Salienta-se, ainda, a importância de estudos futuros que possam avaliar o grau de predição das classes de habilidades sociais específicas sobre a ansiedade social, visando auxiliar em processos de avaliação e no treinamento de habilidades sociais nesse contexto.
Abstract: Social Skills consists on a set of social behaviors that can be developed and presented by individuals through their interpersonal relationships. These skills may suffer some influence by the environment through culture and society. A deficit in acquiring and performing these skills may occur when faced with a context that does not naturally favor learning. Social Skills deficits are considered risk factors for psychosocial functioning and are associated with psychological disorders. The literature indicates, as in several empirical researches, that Social Anxiety Disorder is related to deficits on social skills repertoires. Taking that correlation into account and also considering the importance of studies that discuss the theme to assist in the treatment of this disorder, the present research aimed to verify the connection between specific social skills and Social Anxiety Disorder indicators in middle school students from two public schools in the city of Maceió – AL. A total of 191 students aged 10 to 13 years old, properly registered in the schools where the research took part, participated in the study. The instruments used in this research were the Behavior Problems and Academic Competence for Children (SSRS) and the Social Phobia Inventory (SPIN – Social Phobia Inventory). The results indicated that more than half of the participants showed Social Anxiety symptoms (55.4%). Two groups were created: one group with participants that showed social anxiety symptoms and another one without. That division established a database for correlation and comparison analysis. The correlation analysis between social anxiety and social skills evaluated by children, both for a general sample as for the group with social anxiety indicators, demonstrated that the higher the anxiety, the lower the frequency of empathy behaviors. In the teachers evaluation were found that the highest degree of social anxiety, lower the frequency of behaviors related to affectivity and cooperativeness. The comparison of the social skills repertoire evaluated by the children between groups with or without social anxiety indicated that there were only differences between the degrees of responsibility, demonstrating that children without social anxiety indicators are less responsible. In the teacher‘s evaluation, there were no significant differences between groups. These results were discussed in terms of social skills resources and deficits in children that present Social Anxiety. There is also significant importance of future studies that can evaluate the degrees of predictions on specific social skills in social anxiety, aiming to assist in evaluating processes and social skills training in that context.
Keywords: Habilidades sociais
Ansiedade
Relações interpessoais - Infância - Adolescência
social skills
social anxiety
Interpersonal relationships - Childhood - Adolescence
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: NOBRE, Mirella Rodrigues. Habilidades sociais e ansiedade social na infância e Adolescência: correlações e comparações entre grupos. 2020. 81 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Programa de Pós Graduação em Psicologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Embargado
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6637
Issue Date: 18-Mar-2019
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - IP



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.