Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6055
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Crescimento da cultura da rúcula sob diferentes substratos e níveis de água salina
metadata.dc.creator: Dias, Mirandy dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Reis, Ligia Sampaio
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Paes, Reinaldo de Alencar
metadata.dc.contributor.referee1: Barbosa, Wemerson Saulo da Silva
metadata.dc.description.resumo: A rúcula é uma hortaliça folhosa, pertencente à família Brassicaceae, de rápido crescimento vegetativo e ciclo curto, de grande aceitação mundial. No Brasil sua produção e consumo são destacados nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste, gerando emprego e renda à agricultura familiar. O uso de água salina na produção de hortaliças é um dos principais desafios de pesquisadores e produtores rurais, visto que o estresse salino é um dos maiores problemas abióticos que causam diminuição na produção e rendimento de culturas. Em vista dessa afirmativa, objetivou-se avaliar o crescimento da cultura da rúcula sob diferentes substratos e níveis de água salina. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na área experimental do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, na cidade de Rio Largo, AL. Utilizou-se o delineamento inteiramente casulisado em arranjo fatorial 3 x 5. Os tratamentos consistiram de três substratos (SUB1= solo; SUB2= húmus de minhoca + areia + solo; SUB3= torta de filtro + areia + solo) e cinco níveis de água salina (0,5; 1,5; 2,5; 3,5; 4,5 dS m-1) com quatro repetições. A variedade de rúcula utilizada foi a APRECIATTA Folha Larga. Aos 12 DAS foi realizado o desbaste deixando apenas uma planta por vaso. Foram avaliados os seguintes índices de crescimento: Altura de plantas (AP), número de folhas (NF), área foliar (AF), massa seca da parte aérea (MSPA) e massa fresca da parte aérea (MFPA), aos 40 DAT. Para obtenção da matéria fresca da parte aérea as plantas foram pesadas em balança digital. Obtido o peso fresco as plantas foram colocadas em sacos de papel, identificadas e levadas para secar em estufa com circulação forçada de ar, a 65ºC, durante 72 h. Após este período, as amostras foram pesadas para a determinação da massa seca. A variedade de rúcula APRECIATTA é tolerante a 1,5 dS m-1 e com o aumento da condutividade elétrica da água ocasionou redução em todos os índices de crescimento, apresentando efeito variado de acordo com o tipo de substrato utilizado. Os substratos com maior teor de matéria orgânica diminuíram os efeitos da salinidade. No entanto, não apresentaram padrão comercial em condutividades superiores a 2,5 dS m-1.
Abstract: Arugula is a leafy vegetable belonging to the family Brassicaceae, fast growing vegetative and short cycle, widely accepted worldwide. In Brazil, its production and consumption are prominent in the South, Southeast and Northeast, generating employment and income for family agriculture. The use of saline water in the production of vegetables is one of the main challenges of researchers and rural producers, since saline stress is one of the biggest abiotic problems that causes a decrease in the production and yield of crops. In view of this assertion, the objective was to evaluate the growth of the arugula culture under different substrates and saline water levels. The experiment was carried out in a greenhouse at the experimental area of the Agricultural Sciences Center of the Federal University of Alagoas, in the city of Rio Largo, AL. The treatments consisted of three substrates (SUB1 = soil, SUB2 = earthworm humus + sand + soil, SUB3 = filter cake + sand + soil) and five water levels (0.5, 1.5, 2.5, 3.5, 4.5 dS m-1) with four replicates. The variety of arugula used was the APRECIATTA Folha Larga. At 12 DAS the thinning was done leaving only one plant per pot. The following growth indices were evaluated: Plant height (AP), number of leaves (NF), leaf area (AF), dry shoot mass (MSPA) and fresh shoot mass (MFPA) at 40 DAT. To obtain fresh matter of the aerial part the plants were weighed in a digital scale. After obtaining the fresh weight, the plants were placed in paper bags, identified and taken to drying in a forced air oven at 65ºC for 72 h. After this period, the samples were weighed for the determination of dry mass. The APRECIATTA arugula variety was tolerant to 1.5 dS m-1 and with the increase in the electrical conductivity of the water caused a reduction in all growth rates, presenting a varied effect according to the type of substrate used. Substrates with higher organic matter content decreased the effects of salinity. However, they had no commercial standard in conductivities greater than 2.5 dS m-1.
Keywords: Eruca sativa
Estresse salino
Índice de crescimento
Rúcula - Produção
Saline stress
Index of growth
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Agronomia
Citation: DIAS, Mirandy dos Santos. Cresciemento da cultura da rúcula sob diferentes substratos e níveis de água salina. 2019. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia) – Centro de Ciências Agrárias, Curso de Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6055
Issue Date: 17-Jul-2018
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - AGRONOMIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Crescimento da cultura da rúcula sob diferentes substratos e níveis de água salina.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.