Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6051
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Caracterização cromatográfica e avaliação da atividade antimicrobiana do extrato pirolenhoso obtido a partir de biomassas residuais
Other Titles: Chromatographic characterization and evaluation of the antifungal activity of pyroligneous extract from biomasses wastes
metadata.dc.creator: Vieira, Wedja Timóteo
metadata.dc.contributor.advisor1: Soletti, João Inácio
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Balliano, Tatiane Luciano
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Carlos Eduardo de Farias
metadata.dc.contributor.referee2: Vieira, Melissa Gurgel Adeodato
metadata.dc.contributor.referee3: Bispo, Mozart Daltro
metadata.dc.description.resumo: O processamento de biomassas para obtenção de produtos químicos de alto valor agregado tem se tornado mais evidente nos últimos anos. O Brasil, por gerar uma quantidade considerável de resíduos tem grande capacidade de aproveitamento desses materiais. Nessa vertente, a pirólise é inserida como um processo termoquímico de transformação da biomassa que ocorre na ausência total ou parcial de oxigênio originando compostos de cadeias mais curtas como gases não condensáveis, biochar e produto líquido. O extrato pirolenhoso que é parte do produto líquido tem ampla aplicação como fungicida, herbicida e inseticida. Por se tratar de uma mistura complexa algumas técnicas de separação e identificação como a cromatografia gasosa acoplada ao espectrômetro de massas GC/qMS são úteis no mapeamento dos compostos ali presente. Isto posto, o trabalho a seguir teve como objetivo a caracterização cromatográfica do extrato pirolenhoso obtido a partir de diversas biomassas residuais e o estudo da atividade antifúngica desses extratos frente a fungos causadores de onicomicoses, que se trata de uma micose superficial na unidade ungeal. As biomassas residuais estudadas foram endocarpo do coco, endocarpo do dendê, endocarpo da macaúba, endocarpo do ouricuri, eucalipto e semente de açaí para as quais foram feitas caracterizações como densidade, análise elementar, análise imediata, TG/DTG e FTIR. Foi realizado um planejamento experimental 2³ para determinar as melhores condições de pirólise em termos de rendimento em produto líquido com endocarpo coco, cujas melhores condições foram aplicadas as demais biomassas. Os fatores avaliados foram temperatura (400 e 600 ºC), taxa de aquecimento (10 e 50 ºC/min) e tempo de residência (1 e 2 h). Os efeitos significativos foram taxa de aquecimento e tempo de residência, nos níveis inferior (400 ºC) e superior (2 h), respectivamente. Os compostos do extrato pirolenhoso foram identificados por GC/qMS, onde os compostos majoritários tentativamente identificados pertecem ao grupo dos fenóis com área até 74,64% para extrato pirolenhoso do endocarpo do ouricuri (EP-OU), 51,15% para extrato pirolenhoso da semente do açaí (EP-SA), 19,22% para o extrato pirolenhoso do endocarpo do dendê (EP-DE) e 10,22% para extrato pirolenhoso do endocarpo do coco (EP-CO), seguido do grupos das cetonas com 69,77% para extrato pirolenhoso do endocarpo de dendê (EP-DE) e com 39,24% para extrato pirolenhoso do endocarpo do coco (EP-CO). Os compostos do grupo químico dos aldeídos foram identificados com áreas mais significativas para o extrato pirolenhoso da semente de açaí (EP-SA) com 31,56% e para extrato pirolenhoso do endocarpo do coco (EP-CO) com 16,66%. Dos testes de suscetibilidade realizados inferiu-se que os halos de inibição do extrato pirolenhoso sem nenhum processo de extração foram de 60-90% mais expressivos que os halos de inibição do extrato pirolenhoso após extração com diclorometano. Para o fluconazol (25 mg/L), um antifúngico comercial e o extrato pirolenhoso, foi possível perceber que o extrato apresentou halos de inibição para todos os fungos e bactérias em estudo, enquanto o fluconazol (25 mg/L) não exerceu atividade antifúngica suficiente para o Fusarium sp. I, Fusarium sp. II e Microsporum gypseum nem para a bactéria Staphylococcus aureus. Todos os extratos pirolenhosos avaliados por testes de disco difusão em ágar por poços apresentaram atividade frente aos fungos causadores de onicomicoses.
Abstract: The biomass processing for the obtention of high value-added chemicals products has become more evident in the past years. Brazil, for generating a considerable amount of waste has a great capability of reusing these materials. In this aspect, the pyrolysis is inserted as a thermo-chemical process of biomass transformation that occurs in the total or partial absence of oxygen originating compounds of shorter chains as non-condensable gases, biochar and liquid product. The pyroligneous extract that is part of the liquid product has a large application as fungicide, herbicide and insecticide. For being a complex mixture some separation and identification techniques such as gas chromatography coupled to mass spectrometry GC / qMS are useful in mapping the compounds there present. Based on that, the following work aims the chromatographic characterization of the pyroligneous extract obtained from several residual biomasses and the study of the antifungal activity of these extracts against fungi that cause onychomycosis, which is a superficial mycosis in the ungual unit. The biomass residues studied were coconut encodarp, dende endocarp, macauba endocarp, ouricuri endocarp, eucalyptus and acai seed for which were made characterizations such as density, elemental analysis, immediate analysis, TG / DTG and FTIR. An experimental design 2³ was performed to determine the best pyrolysis conditions in terms of yield in liquid product with coconut endocarp, whose best conditions were applied to other biomasses. The factors evaluated were temperature (400 and 600 ºC), heating rate (10 and 50 ºC / min) and residence time (1 and 2 h). Significant effects were warming rate and residence time at the lower (400 ºC) and upper (2 h) levels, respectively. The pyroligneous extract compounds were identified by GC / qMS, where the major compounds tentatively identified belong to the group of phenols with area up to 74.64% for the ouricuri endocarp pyroligneous extract (EP - OU), 51.15% for the acai seed pyroligneous extract (EP-SA), 19.22% for (EP-DE) and 10.22% for coconut endocarp pyroligneous extract (EP-CO), followed by the ketone groups with 69.77% for the dende pyroligneous extract (EP-DE) and 39.24% for the coconut endocarp pyroligneous extract (EP-CO). The compounds of the aldehydes chemical group were identified with more significant areas for the acai seed pyroligneous extract (EP-SA) with 31.56% and for the coconut endocarp pyroligneous extract (EP-CO) with 16.66%. From the susceptibility tests carried out, it was inferred that the inhibition halos of the pyroligneous extract without any extraction process were 60-90% more expressive than the inhibition halos of the pyroligneous extract after extraction with dichloromethane. For the fluconazole (25 mg/L), a commercial antifungal, and the pyroligneous extract it is possible to notice that the extract inhibits the growth of all fungi and bacteria in study, while the fluconazole (25 mg/L) has not an antifungal activity for Fusarium sp. I, Fusarium sp. II and Microsporum gypseum nor for the bacteria Staphylococcus aureus. All the extracts evaluated by disk diffusion test showed effective action against the fungi causing onychomycosis.
Keywords: Extrato pirolenhoso - Fase aquosa
Pirólise
Cromatografia gasosa acoplada a um espectrômetro de massas
Onicomicoses
Atividade antimicrobiana
Pyroligneous Extract - Aqueous Phase
Pyrolysis
Gas chromatography coupled to a mass spectrometer
Onychomycoses
Antimicrobian activity
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química
Citation: VIEIRA, Wedja Timóteo. Caracterização cromatográfica e avaliação da atividade antimicrobiana do extrato pirolenhoso obtido a partir de biomassas residuais. 2019. 140 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Centro de Tecnologia, Programa de Pós Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/6051
Issue Date: 7-Jul-2019
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - CTEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caracterização cromatográfica e avaliação da atividade antimicrobiana do extrato pirolenhoso.pdfCaracterização cromatográfica e avaliação da atividade antimicrobiana do extrato pirolenhoso obtido a partir de biomassas residuais3,94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.