Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5794
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Eficiência energética em edifícios assistenciais de saúde e o uso dos projetos de referência para unidades de pronto atendimento
Other Titles: Energy efficiency in health care buildings and the use of reference projects for emergency care units
metadata.dc.creator: Silva, Alexandre Henrique Pereira e
metadata.dc.contributor.advisor1: Cavalcanti, Fernando Antônio de Melo Sá
metadata.dc.contributor.referee1: Passos, Isabela Cristina da Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Barbirato, Gianna Melo
metadata.dc.description.resumo: O edifício hospitalar, pela natureza de seu funcionamento, apresenta-se como um grande consumidor de energia. Entretanto, as principais normativas vigentes no país para elaboração de projetos para Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS) não contemplam ainda em seus escopos proposições para um edifício mais eficiente energeticamente, embora alguns setores ligados à infraestrutura hospitalar tenham avançado neste aspecto, lançando manuais de boas práticas para uma melhor eficiência energética em EAS. Especial atenção deve-se a projetos destinados a serem construídos em todo o país como referência, uma vez que o Brasil é dividido em oito Zonas Bioclimáticas (ZB), as quais a arquitetura deve estar inserida em harmonia com suas especificidades climáticas. O objetivo deste trabalho é analisar, quanto ao aspecto da eficiência energética, através da ferramenta webprescritivo, seu projeto de referência, propondo recomendações no sentido de melhorar sua eficiência com base no Regulamento Técnico de Qualidade para Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RTQ-C), e agregando estratégias de gestão de energia presentes no LEED for Heathcare e Aqua, duas das certificações mais utilizadas no país. Para isso foram propostas implantações do projeto de referência nas oito Zonas Bioclimáticas Brasileiras, analisando orientação, percentual de abertura de fachadas, propriedades térmicas de materiais da envoltória e estratégias de gestão da energia. Em todas as ZB, houve necessidade de se alterar a especificação original do projeto de referência relativas às transmitâncias térmicas da cobertura de ambientes condicionados, enquanto que para cobertura dos ambientes não condicionados, houve a necessidade de alterar propriedades térmicas nas ZB 1 e 2. Da ZB 3 à ZB 8, mantiveram-se as especificações originais relativas às transmitâncias térmicas da cobertura de ambientes não condicionados e também das paredes. A capacidade térmica das paredes não exerceu influência das ZB 1 a 6, sendo considerada sua especificação original nas ZB 7 e 8. Quanto à absortância para material na cobertura, apenas na ZB 1 a ferramenta apontou uso livre, e nas demais ZB, a recomendação foi para que se mantivesse com até 50% de absortância. Quanto a implantação, embora o estudo indicasse potencial para implantação nas oito ZB com possibilidades de ampliação das áreas envidraçadas em algumas fachadas, fez-se necessário considerar a natureza dos serviços médicos realizados numa UPA, bem como a necessidade de uma compreensão mais ampla sobre aspectos envolvendo o conforto ambiental, com estudos complementares a complementarem as análises do webprescritivo a fim de proporcionar uma edificação mais eficiente, em função das particularidades climáticas de cada local de implantação, fazendo uso de recursos e ferramentas que os auxiliem a promover alterações sem comprometer o conceito e o programa de necessidades.
Abstract: The hospital building, by the nature of its operation, presents itself as a major consumer of energy. However, the main regulations in force in the country for the elaboration of projects for Health Care Facilities (EAS) do not yet include in their scope proposals for a more energy efficient building, although some sectors related to hospital infrastructure have advanced in this aspect launching good manuals practice for a more eficiente EAS. Special attention is given to projects intendend to be built through out the country as a reference, since Brazil is divided into eight Bioclimatic Zones (ZB), which architecture must be inserted in Harmony with is specific climatic characteristics. The objective of this paper is to analyze, regarding the energy efficiency aspect, through the web-prescriptive tool, its reference project, proposing recommendations to improve its efficiency, based on the Technical Quality Regulation for Energy Efficiency of Commercial Buildings, Services and RTQ-C), and aggregating energy management strategies in LEED for Heathcare and Aqua, two of the most widely used certifications in the country. For this purpose, the reference project was implemented in the eight Brazilian Bioclimatic Zones, analyzing orientation, percentage of façade openings, thermal properties of envelope materials and energy management strategies. In all ZBs, there was a need to change the original reference design specification for the thermal transmittance of the conditioned environment cover, while for unconditioned environment, there was a need to change the thermal properties in ZB 1 and 2. Da ZB 3 to ZB 8, the original specifications for the thermal transmittance of the unconditioned roof and the walls have been maintained. The thermal capacity of the walls did not influence ZB 1 to 6, being considered its original specification in ZB 7 and 8. As for the absorbance for roofing material, only in ZB 1 the tool indicated free use, and in the other ZB, the recommendation was to keep up to 50% absorbance. Regarding the implantation, although the study indicated potential for implantation in the eight ZB with possibilities of enlargement of the glazed areas in some facades, it was necessary to consider the nature of the medical services performed in a UPA, as well as the need for a broader understanding about aspects involving environmental comfort, with complementary studies to complement the analysis of the prescriptive web in order to provide a more efficient building, depending on the climatic particularities of each site, making use of resources and tools that help them to promote changes without compromising the concept. and the needs program.
Keywords: Arquitetura de hospitais – Brasil
Eficiência energética
Edificação – Desempenho térmico
Unidade de pronto atendimento
Hospital Building - Brazil
Energy efficiency
Building - Thermal Performance
Emergency care unit
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: SILVA, Alexandre Henrique Pereira e. Eficiência energética em edifícios assistenciais de saúde e o uso dos projetos de referência para unidades de pronto atendimento. 2019. 110 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo: Dinâmica do Espaço Habitado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5794
Issue Date: 7-May-2019
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.