Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5517
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A memória do patrimônio intangível em Ipioca, através de seus narradores
metadata.dc.creator: Albuquerque, Mariana Freitas Cavalcanti de
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferrare, Josemary Omena Passos
metadata.dc.contributor.referee1: Manhas, Adriana Capretz Borges da Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Araújo, Lindemberg Medeiros de
metadata.dc.contributor.referee3: Moura Filha, Maria Berthilde de Barros Lima e
metadata.dc.description.resumo: A dissertação tem o propósito de identificar as referências culturais retidas na memória do idoso e assimiladas pelos jovens moradores em Ipioca – Maceió, estudando a gênese urbana do bairro e identificando os bens intangíveis como produto da formação histórico-cultural, atualmente em nova e, em alguns aspectos, agressiva dinâmica urbana. A importância da identificação desses bens consiste no reconhecimento de referências culturais formadoras da identidade local que ainda permanecem presentes na memória da comunidade e que refletem a própria história dessa. Deve-se ressaltar que o reconhecimento do seu próprio patrimônio cultural é importante para a população, pois saber quais são os bens intangíveis que os diferenciam e caracterizam, facilita o entendimento de como eles surgiram, se desenvolveram e permanecem. Para a elaboração do trabalho se fez necessário estudar a história do bairro e a decorrente gênese dos seus valores culturais intangíveis, buscando-se entender as relações de pertencimento e identidade coletiva por meio do revelado ‘lugar’, Ipioca, narrado e retido nas lembranças dos idosos e jovens. Durante toda a elaboração buscou-se basicamente aferir a atual disseminação e permanência dos saberes - fazeres e outros aspectos do modus vivendi para, então, poder captar o que caracteriza o viver no bairro de Ipioca (antigo e atual). Ao final, ao perceber-se uma considerável perda no processo de desvalorização da transmissão do legado cultural representativo do ‘ser ipioquense’, revela-se fundamental refletir sobre ações que possam despertar o entendimento da população local sobre essa iminência de esvaziamento de valores que os identificaram por tantas gerações.
Abstract: This work identifies the cultural references retained in the elderly’s mind and assimilated by the young dwellers of Ipioca – Maceió. The study investigates urban genesis of the neighborhood and it identifies its intangible heritage as a product of the historical and cultural development, currently in a new and, in some aspects, agressive urban dynamics. The importance of identifying this heritage consists on the acknowledgment of cultural references as builders of the local identity which are still present in the community’s memory and that reflects its own history. It should be enhanced that the acknowledgment of its own cultural heritage is important to the population, because knowing which intangible heritage differs and characterizes them makes it easier to understand how they emerged, developed and remained. For the development of this work it is necessary to study the neighborhood’s history and the due genesis of its intangible cultural values, seeking to understand the relations of belonging and collective identity from the revealed “Place” of Ipioca, related and retained on the memories of the elderly and the young. During all the development, it has been seeked basically to assess the current dissemination and permanence of knowledge-practices and other aspects of modus vivendi of the local community, so that it is able to capture what characterizes living in the neighborhood of Ipioca (ancient and present). At last, after acknowledging a considerable loss on the lack of valorization process of transmitting the representative cultural legacy of being “ipioquense”, it shows that it is fundamental to reflect on the actions that might awake the understanding of the local population about the imminence of the deflation of values that have identified them for many generations.
Keywords: Patrimônio intangível
Memória cultural
Ipioca (AL)
Bairro – Identidade local
Intangible heritage
Cultural memory
Neighborhood - Local identity
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: ALBUQUERQUE, Mariana Freitas Cavalcanti de. A memória do patrimônio intangível em Ipioca, através de seus narradores. 2019. 241 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo: Dinâmicas do Espaço Habitado) – Faculdade de Arquitetura, Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5517
Issue Date: 1-Apr-2013
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A memória do patrimônio intangível em Ipioca, através de seus narradores.pdf10.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.