Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5492
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação do desempenho luminoso de aberturas zenitais em laje nervurada pré-moldada
metadata.dc.creator: Almeida, Dilane Toledo Mendonça
metadata.dc.contributor.advisor1: Cabús, Ricardo Carvalho
metadata.dc.contributor.referee1: Barboza, Aline da Silva Ramos
metadata.dc.contributor.referee2: Albuquerque, Augusto Aragão de
metadata.dc.contributor.referee3: Pedrini, Aldomar
metadata.dc.description.resumo: O aproveitamento da luz natural em edificações proporciona diversas vantagens para o usuário, dentre as quais se destacam a melhora na qualidade do ambiente e a redução do consumo de energia elétrica. No entanto, muitas edificações apresentam deficiências na iluminação natural, às vezes devido a alguma limitação de projeto. Este estudo visa contribuir para o desenvolvimento de projetos de edificações de pequeno e médio porte que, por meio de aberturas zenitais nas lajes nervuradas pré-moldadas, possam favorecer a iluminação natural nos ambientes. A partir de um modelo proposto de aberturas, relacionado ao tamanho da lajota a ser utilizada, foi realizada uma avaliação e comparação de algumas variáveis no desempenho luminoso do ambiente. Para a obtenção dos resultados foi considerado o comportamento dinâmico da luz natural por meio de simulação computacional, com o uso do programa TropLux. O modelo de desempenho da Iluminância Útil da Luz Natural (IULN) foi escolhido para se verificar a porcentagem de horas por ano em que a iluminação do ambiente é considerada satisfatória para as atividades dos ocupantes. Os resultados mostraram que um ambiente com aberturas equivalente a 3,6% da área do piso, com refletâncias internas para um padrão de acabamento com cores claras (teto 0,81; paredes 0,68 e piso 0,42), alcança níveis de desempenho de 88% com as aberturas sem protetor solar; e de 67% a 77% com protetor solar, a depender do tamanho utilizado e da orientação analisada. Os índices de desempenho para os modelos com protetor solar, de acordo com a IULN, ficaram no intervalo de iluminância (E) em lux caracterizado como útil, mas com necessidade de iluminação complementar (100 ≤ E ≤ 500). A distribuição da iluminância foi uniforme, os coeficientes de variação para todas as simulações com protetores solares ficaram entre 8% e 13%. Os resultados apontam para a possibilidade também de compensar, de uma forma simples com a utilização dessas aberturas zenitais, a iluminação natural de ambientes em que a iluminação lateral apresente falhas, proporcionando uma complementação nos índices, uma melhor distribuição da iluminância e consequentemente, uma melhora no conforto visual.
Abstract: The introduction of daylight into buildings provides several advantages, among which are the improvement in the quality of the environment and the energy consumption. However, many buildings have deficiencies in daylighting, sometimes due to some design limitations. This study aims to contribute to the development of small and medium size building projects that, through zenithal openings in precast ribbed slabs, can benefit the daylighting of the environments. From a proposed model of openings, related to the size of the tiles to be used, was made an assessment and comparison of some variables in the luminous performance of the environment. For obtaining the results was considered the dynamic behavior of daylight through computer simulation, using the TropLux program. The performance model of Useful Daylight Illuminance (UDI) was chosen to check the percentage of hours per year when the environment lighting presents a satisfactory performance to occupants’ activities. The results showed that an environment with openings equivalent to 3,6% of the floor area, with internal standard for reflectances in light colors (ceiling 0,81; walls 0,68 and floor 0,42) reaches performance levels of the 88% with the openings without solar protection and of the 67% to 77% with solar protection, depending on the used size and analyzed orientation. The performance indices for models with solar protection, according to UDI, were in the range described as useful but in need of additional lighting (100<E<500). The illuminance was rather uniform, a zenithal lighting feature, the coefficients of variation for all simulations with solar protection were between 8% and 13%. The results point to the possibility of compensating, through a simple form with the use of those zenitais openings, daylighting environments in which the lateral illumination submits failures, providing a complementary indices, a better distribution of illuminance and consequently, an improved visual comfort.
Keywords: Iluminação zenital
Iluminância útil
Conforto luminoso
Edificações – Iluminação natural
Illumination zenithal
Useful daylight
Comfort light
Buildings - Natural lighting
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: ALMEIDA, Dilane Toledo Mendonça. Avaliação do desempenho luminoso de aberturas zenitais em laje nervurada pré-moldada. 2019. 150 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo: Dinâmicas do Espaço Habitado) – Faculdade de Arquitetura, Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5492
Issue Date: 26-Nov-2012
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliação do desempenho luminoso de aberturas zenitais em laje nervurada pré-moldada.pdf3.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.