Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5467
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Privatização do espaço público em loteamentos residenciais em Maceió-AL
Other Titles: Privatization of public space in residential comunities in Maceió-AL
metadata.dc.creator: Corrêa, Andreia Lopes Muniz
metadata.dc.contributor.advisor1: Souza, Flávio Antonio Miranda de
metadata.dc.contributor.referee1: Albuquerque, Augusto Aragão de
metadata.dc.contributor.referee2: Barbirato, Gianna Melo
metadata.dc.contributor.referee3: Monteriro, Circe Maria Gama
metadata.dc.description.resumo: A segregação sócio-espacial sempre esteve presente nas cidades brasileiras. O padrão histórico chamado de centro-periferia, com centro rico e periferia pobre, ainda é presente, mas vem sendo sobreposto por um novo modelo. Em busca de maiores espaços, áreas verdes e equipamentos de lazer, em especial as classes mais altas garantem o sucesso dos chamados loteamentos fechados. Esses empreendimentos estão inseridos, em geral, em bairros pobres historicamente, seja na periferia da própria cidade ou na cidade adjacente. Para “proteger” os novos moradores são indispensáveis fechamentos em todo o perímetro e sistemas de segurança. A questão central é que esse fechamento privatiza o espaço público proveniente do parcelamento, ferindo o direito de toda a sociedade usufruir aquela área. A segregação histórica que excluía os pobres se altera, e agora os ricos excluem a si mesmo da vida na cidade. O objetivo dessa dissertação é investigar a perda do patrimônio público que ocorre a partir do fechamento de áreas públicas em loteamentos residenciais, além de caracterizar, dimensionar e discutir as implicações dessa prática. Para demonstrar empiricamente esse fenômeno, a cidade de Maceió foi escolhida como estudo de caso, onde as principais especificidades são: o atual fechamento de loteamentos antigos ou ruas isoladas por iniciativa dos próprios moradores; a existência significativa de casos de áreas pobres fechadas; e a ilegalidade da grande maioria dos fechamentos, em áreas antigas ou novas, apesar da previsão dessa prática no Código de Urbanismo e Edificações da cidade, que define os requisitos para “loteamentos com controle de acesso”.
Abstract: The socio-spatial segregation has always been present in Brazilian cities. The historical pattern referred as center-periphery, with rich center and poor suburbs, is still present. However, it has been overlapped by a new model. Looking for bigger spaces, green areas and leisure facilities, especially the highest classes ensure the success of the so-called gated-communities. These land developments are located, in general, in historically poor neighborhoods either in the city suburbs, or in an adjacent cities. In order to protect the new residents, it is indispensable to close the whole área and to use security systems. The main question is that this closure makes private the public space originated from the land parcel, violating the society rights to enjoy that zone. The historical segregation that excluded poor people changes, and now rich people exclude themselves from the city life. The objective of this dissertation is to investigate the loss of public property that occurs from the closure of public areas in residential communities, and to characterize, measure and discuss the implications of this practice. To empirically demonstrate this phenomenon, the city of Maceió city was chosen as a case study, where the main characteristics are: the current closure of existing housing settlements, or isolated streets by the initiative of their own residents; the significant existence of cases of poor closed areas; and the illegality of the great majority of those closures, in old and new areas, despite of the anticipation of this practice in the city’s Code of Urbanism and Edification, which defines the requirements to “housing settlements with controlled access”.
Keywords: Espaço público – Maceió (AL) – Privatização
Loteamento fechado – Maceió (AL)
Public space - Maceió (AL) - Privatization
Gated-communities – Maceió (AL)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: CORRÊA, Andreia Lopes Muniz. Privatização do espaço público em loteamentos residenciais em Maceió-AL. 2019. 185 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo: Dinâmicas do Espaço Habitado) – Faculdade de Arquitetura, Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5467
Issue Date: 28-Oct-2010
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Privatização do espaço público em loteamentos residenciais em Maceió-AL.pdf14.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.