Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5382
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Manhas, Adriana Capretz Borges da Silva-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8442998314283012pt_BR
dc.contributor.referee1Hidaka, Lúcia Tone Ferreira-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3037700673932138pt_BR
dc.contributor.referee2Ferrare, Josemary Omena Passos-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7876071210277876pt_BR
dc.contributor.referee3Carvalho, Cícero Péricles de Oliveira-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/4195463764150957pt_BR
dc.contributor.referee4Maluf, Carmem Silvia-
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/9978071684004870pt_BR
dc.creatorDuarte, Rubens de Oliveira-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5004900925180539pt_BR
dc.date.accessioned2019-07-08T18:23:35Z-
dc.date.available2019-05-23-
dc.date.available2019-07-08T18:23:35Z-
dc.date.issued2019-03-18-
dc.identifier.citationDUARTE, Rubens de Oliveira. O protagonismo e a sedução do mar e da laguna em Maceió e o imaginário das águas na cidade. 2019. 291 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5382-
dc.description.abstractThe water bodies of Maceió involve the subtleties and complexities in the formation of the city's space. Considering the geography and significance of these water bodies, this research aims to investigate how the sea and lagoon have played, since the beginning of the settlement until the present day, a protagonist or seductress role in the local space production, and how these roles have contributed to the consolidation of the collective perception of water bodies. Although Maceio’s current image is strongly associated with the seacoast, this research found that until the 1960s, both the sea and the lagoon alternated the protagonism and the seduction in the construction of the imaginary of the waters in the city. The 1970s represented a transition from seeing the waters in Maceió, which over time has undergone a re-signification, in a combination of the economic interests aimed at increasing the real estate market and tourism, and fomented by the public power - influencing the production of the city space, and establishing the coast as conducive to expansion, to the detriment of the lagoon region, quite densely packed and impoverished. The chosen methodological procedure uses qualitative research, based on bibliographical and documental research; the theoretical construction of water bodies collective perception, with Bachelard; and Walter Benjamin’ s historical lenses. As results, the Maceio’s water bodies collective perception is permeated by symbolism: on one hand the sea, increasingly valued, represents the image of seduction - the coast onwer, and fed by the structures of power: public administrations, tourism and real estate market; on the other, the lagoon, also seen with its contribution of seduction, but refuted by the socio-environmental conditions to which it is submitted.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Djalba Santos (djalba.santos@ichca.ufal.br) on 2019-05-23T17:46:01Z No. of bitstreams: 1 O protagonismo e a sedução do mar e da laguna em Maceió e o imaginário das águas na cidade.pdf: 19243910 bytes, checksum: d1b0957bdfc73a36a9489343e43c85a8 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Valter Andrade (valterriufal.sibi@gmail.com) on 2019-07-08T18:23:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 O protagonismo e a sedução do mar e da laguna em Maceió e o imaginário das águas na cidade.pdf: 19243910 bytes, checksum: d1b0957bdfc73a36a9489343e43c85a8 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-07-08T18:23:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 O protagonismo e a sedução do mar e da laguna em Maceió e o imaginário das águas na cidade.pdf: 19243910 bytes, checksum: d1b0957bdfc73a36a9489343e43c85a8 (MD5) Previous issue date: 2019-03-18en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Alagoaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismopt_BR
dc.publisher.initialsUFALpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPajuçara (Maceió, AL) - Imaginário das águaspt_BR
dc.subjectMaceió (AL) – Paraíso das águaspt_BR
dc.subjectMundaú, Lagoa (AL)pt_BR
dc.subjectTurismo e planejamento urbanopt_BR
dc.subjectMercado imobiliáriopt_BR
dc.subjectPajuçara (Maceió, AL) - Water bodies collective perceptionpt_BR
dc.subjectMaceió (AL) – Water paradisept_BR
dc.subjectTourism and urban planningpt_BR
dc.subjectReal estate marketpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMOpt_BR
dc.titleO protagonismo e a sedução do mar e da laguna em Maceió e o imaginário das águas na cidadept_BR
dc.title.alternativeThe protagonism and the seduction of the sea and lagoon in Maceió and the imaginary of the waters in the citypt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.resumoAs águas de Maceió envolvem as sutilezas e complexidades na formação do espaço da cidade. Considerando a geografia e a importância dessas águas, este trabalho tem como objetivo principal investigar como o mar e a laguna desempenharam, desde o início do povoamento até os dias atuais, um papel ora de protagonismo, ora de sedução na produção do espaço local, e como isso contribuiu para a formação do imaginário das águas para a cidade. Embora atualmente a imagem veiculada de Maceió esteja fortemente associada ao mar, a pesquisa constatou que até os anos 1960, tanto o mar quanto a laguna alternaram o protagonismo e a sedução na construção do imaginário das águas na cidade. A década de 1970 representou uma transição do ver as águas em Maceió, que com o tempo passou por uma ressignificação, numa combinação dos interesses econômicos voltados para o incremento do mercado imobiliário e do turismo, e fomentado pelo poder público - influenciando na produção do espaço da cidade-, e estabelecendo a costa marítima como propícia à expansão, em detrimento da região lagunar, bastante adensada e empobrecida. O procedimento metodológico escolhido investiga a hipótese levantada a partir da pesquisa qualitativa, fundamentada na pesquisa bibliográfica e na pesquisa documental; da construção teórica do imaginário das águas, com Bachelard e do aporte para a História a partir do pensamento de Walter Benjamin. Como resultados tem-se que o imaginário das águas em Maceió é permeado por um simbolismo: de um lado, o mar, cada vez mais valorizado, representa o imago da sedução – próprio do litoral, e alimentado pelas estruturas do poder: as gestões públicas, o turismo e o mercado imobiliário; de outro, a laguna, também vista com seu aporte de sedução, mas refutada pelas condições socioambientais a que se acha submetida.pt_BR
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.