Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/4356
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A Praça da Faculdade: referência cultural do bairro do Prado e Maceió
Other Titles: The Praça da Faculdade: cultural reference of the Prado and Maceió
metadata.dc.creator: Gonçalves, Jéssica de Cássia Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferrare, Josemary Omena Passos
metadata.dc.contributor.referee1: Dias, Juliana Michaello Macedo
metadata.dc.contributor.referee2: Cavalcante, Morgana Pitta Duarte
metadata.dc.contributor.referee3: Mello, Janaina Cardoso de
metadata.dc.description.resumo: A Praça da Faculdade, localizada no bairro do Prado em Maceió, surgiu no final do século XIX de um grande largo formado em frente ao Quartel do 33º Batalhão de Caçadores depois de terminada a obra do prédio. Recebeu alguns nomes até chegar à atual denominação, e assim como os nomes que recebeu, fisicamente, a Praça da Faculdade também passou por transformações. Foi cenário de importantes eventos cívicos e religiosos, e das famosas festas de Natal da capital entre as décadas de 1970 a 1980. Atualmente consiste em um espaço público urbano consolidado, dinâmico e que ainda cumpre o papel de palco principal para as atividades do Prado e da cidade como um lugar de confluência e de grande espacialidade. A Praça é carregada de símbolos e memórias que emanam da coletividade do bairro e da cidade, e que precisam ser reconhecidos. Em termo de relevância cultural, é importante ressaltar ainda que a Praça, incluindo-se o Panteão, e o prédio da antiga Faculdade de Medicina, localizado em frente ao espaço, constitui uma Unidade Especial de Preservação (UEP) através da Lei Municipal nº 5.486 de 2005 da instituição do Plano Diretor de Maceió. E apesar da gestão do patrimônio cultural de Maceió demonstrar concordar com os valores que reforçam a Praça como um espaço de relevância cultural para cidade pela sua inclusão nas UEPs, percebe-se a não implementação das diretrizes específicas para a preservação desse patrimônio, e principalmente a inexistência de ações que promovam o envolvimento da população no processo do reconhecimento das referências culturais que lhe validam a condição de ser Patrimônio Cultural. A discussão que permeia essa dissertação parte da premissa de que uma determinada realidade social constrói referências culturais que vem a constituir o aspecto simbólico de um espaço, nesse caso, a Praça da Faculdade. Dessa forma, o objetivo geral do trabalho consistiu em analisar as permanências, as rupturas e as relações do antigo com o novo através de uma narrativa da Praça da Faculdade para o reconhecimento de sua relevância como Patrimônio Cultural do bairro do Prado e Maceió. Para o alcance desse objetivo foram utilizadas fontes distintas, porém complementares: uma baseada nos documentos/arquivos oficiais e a outra nos depoimentos orais. Por fim, compreendeu-se que através do que ficou retido na memória dos usuários da Praça da Faculdade e pelo que ela ainda representa para a comunidade detentora, é que se torna um espaço de relevância cultural para o bairro do Prado e Maceió. Contudo, somente a partir da incorporação da produção material e simbólica da população às políticas preservacionistas é que a Praça se manterá como um patrimônio cultural.
Abstract: The square, named Praça da Faculdade, located in the Prado neighborhood in Maceió city, emerged at the end of the 19th century from a large square in front of the Barracks of the 33rd Batalhão de Caçadores after the construction of the building was finished. It received some names until arriving at the current denomination, and just like the names that received, physically, the Praça da Faculdade also underwent transformations. It was the scene of important civic and religious events and the famous Christmas celebrations of the capital from the 1970s to the 1980s. Today it consists of a consolidated urban public space, dynamic and still fulfilling the role of the main stage for the activities of the Prado and the city as a place of confluence and great spatiality. The Square is loaded with symbols and memories that emanate from the collective of the neighborhood and the city, and that needs to be recognized. In terms of cultural relevance, it is important to emphasize that the Square, including the Pantheon, and the former building of the Faculty of Medicine, located in front of the space, constitute a Unidade Especial de Preservação (UEP) through Municipal Law 5.486 2005 of the institution of the Master Plan of Maceió. And despite the fact that Maceió's cultural heritage management demonstrates agreement with the values that reinforce the Square as a space of cultural relevance for the city by its inclusion in the UEPs, one notices the non-implementation of the specific guidelines for the preservation of this patrimony, lack of actions that promote the involvement of the population in the process of recognition of cultural references that validate the condition of being Cultural Heritage. The discussion that permeates this dissertation starts from the premise that a certain social reality constructs cultural references that come to constitute the symbolic aspect of a space, in this case, the Praça da Faculdade. In this way, the general objective of the work was to analyze the permanent, ruptures, and relations of the old and the new through a narrative of the Praça da Faculdade to the recognition of its relevance as Cultural Heritage of the Prado and Maceió. To achieve this objective, different but complementary sources were used: one based on the official documents/files and the other on the oral statements. Finally, it was understood that through what was retained in the memory of the users of the Praça da Faculdade and what it still represents for the community that holds it, it becomes a space of cultural relevance for the Prado and Maceió. Although, only from the incorporation of the material and symbolic production of the population to the preservationist policies will the Square be maintained as a cultural heritage.
Keywords: Espaço público (Arquitetura)
Praças – Maceió (AL) – História
Praça da Faculdade (Prado, Maceió (AL). – Patrimônio cultural
Bairros
Aspectos socioculturais
Praça da Faculdade
Cultural Reference
Prado
Maceió
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: GONÇALVES, Jéssica de Cássia Silva. A Praça da Faculdade: referência cultural do bairro do Prado e Maceió. 2018. 194 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura: Dinâmica do Espaço Habitado) – Faculdade de Arquitetura, Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2018
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/4356
Issue Date: 19-Oct-2018
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A Praça da Faculdade: referência cultural do bairro do Prado e Maceió.pdf13.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.