Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/3545
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Cinema, imaginário e subjetividade: o filme Vidas Secas e a construção de diferentes memórias
Other Titles: Cinema, imaginary and subjectivity: the film Vidas Secas and construction of different memories
metadata.dc.creator: Silva Júnior, Ailton da Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: Alves, Elder Patrick Maia
metadata.dc.contributor.referee1: Rodrigues, Fernando de Jesus
metadata.dc.contributor.referee2: Nascimento, Emerson Oliveira do
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho de cunho histórico-sociológico se propôs a investigar, por meio da memória coletiva e do cinema, o processo de formação de duas memórias distintas que adquiriram uma específica ligação através do processo de elaboração do longa-metragem Vidas Secas de 1963. Primeiramente temos a formação de uma memória cultural e política dos cineastas da primeira fase do Cinema Novo, os quais foram extremamente impactados após a conclusão do filme, e em seguida a memória dos antigos moradores do município de Minador do Negrão, situado no interior de Alagoas, que tiveram participações no processo de filmagens realizado nos anos de 1962 e 1963. É através da união entre a análise fílmica e a reconstrução da memória coletiva de um grupo específico, que foi realizada uma reflexão acerca da influência da cultura audiovisual. Procurando elucidar como e a partir de quais experiências foram construídas as memórias dos cinemanovistas, tomando por base o conceito de brasilidade romântico-revolucionária forjado pelo sociólogo Marcelo Ridenti, e em outra medida a dos moradores do pequeno povoado durante o processo de elaboração do filme. Tendo como suporte a memória coletiva, a sociologia e o cinema, foi possível evidenciar as diferentes nuances que forjaram algumas mudanças na memória social dos moradores da região quando estes passaram a ter um contato direto com a equipe técnica de filmagens. A argumentação que utilizei transita ainda entre três pontos distintos que adquirem ligação no decorrer do texto.Primeiramente a importância que o sertão nordestino assumiu na construção de uma narrativa específica que formou a gênese do então Cinema Novo; um segundo ponto também analisado voltasse para a criação do enredo fílmico de Nelson Pereira dos Santos a partir da obra literária de Graciliano Ramos, finalizando com uma discussão envolvendo a memória dos antigos moradores por meio de entrevistas e relatos. Para tanto, foram utilizadas entrevistas feitas com seis moradores que ajudaram no processo de criação do filme.Através delas buscou-se acessar as lembranças e fatos ocorridos naquele período, características do cotidiano das filmagens, a adaptação da população com atores e cineasta, bastidores e locais escolhidos para as cenas principais. Estes aspectos foram alvo de nosso trabalho, que encontrou na memória coletiva e no processo de interação social desencadeado na época seu principal recurso empírico e analítico.
Abstract: This work of historical- sociological aims to investigate, by means of collective memory and cinema, the process of formation of two distinct memories that have acquired a specific link through the process of developing the feature film Vidas Secas, 1963. First we have the formation of a cultural and political memory of film makers of the first phase of Cinema Novo ,which were greatly impacted after completion of the film , and then the memory of the former in habitants of the municipality of Minador Negrão , located inside Alagoas , who had interests in the filming process performed in the years 1962 and 1963 . It is through the union of film analysis and reconstruction of collective memory of a specific group, a reflection on the influence of visual culture was performed. Looking elucidate how and from which experiments were constructed memories of cinemanovistas , based on the concept of romantic - revolutionary brazilianness wrought by sociologist Marcelo Ridenti , and other measure to the residents of the small settlement during the drafting process of the film . Backed by the collective memory, sociology and film, it was possible to enhance the different nuances that forged some changes in the social memory of the locals when they started to have a direct contact with the crew filming. The argument that I used still moves between three different points during the purchase link text. First the importance the northeastern hinterland took in building a specific narrative that formed the genesis of the then Cinema Novo , a second point also analyzed back to the creation of the filmic plot of Nelson Pereira dos Santos from the literary work Graciliano Ramos , ending with a discussion involving the memory of old residents through interviews and reports . To this end, interviews with six residents who helped in the creation process of the film were used. Through them we tried to access the memories and events occurring during that period, characteristics of everyday filming the adaptation of the population with actors and filmmaker, scenes and places chosen for key scenes. These aspects were the subject of our study, which found in the collective memory and social interaction process initiated at the time its main empirical and analytical resource.
Keywords: Ramos, Graciliano, 1892-1953 – Crítica e interpretação
Vidas secas
Santos, Nelson Pereira dos, 1928-
Cinema brasileiro
Cinematográfica – Memória
Sociologia
Brazilian cinema - Criticism and interpretation
Cinematography – Memory
Sociology
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: SILVA JÚNIOR, Ailton da Costa. Cinema, imaginário e subjetividade: o filme Vidas Secas e a construção de diferentes memórias. 2014. 89 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/3545
Issue Date: 24-Jan-2014
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cinema, imaginário e subjetividade: o filme Vidas Secas e a construção de diferentes memórias.pdfCinema, imaginário e subjetividade: o filme Vidas Secas e a construção de diferentes memórias943,82 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.