Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/3179
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Pobreza, cidadania e a política social de renda nos territórios sertanejos de Água Branca em Alagoas
Other Titles: Bolsa Família Program: poverty, citizenship and the "Social Policy Income" in the territory sertanejos de Água Branca in Alagoas
metadata.dc.creator: Lima, Eugênio Dantas Gomes
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Walter Matias
metadata.dc.contributor.referee1: Fortes, Lore
metadata.dc.contributor.referee2: Bem, Arim Soares do
metadata.dc.description.resumo: O Programa Bolsa Família – PBF tem sido alvo de diferentes interpretações. Nesse trabalho, analisamos os efeitos sociais desta política pública, tomando a pobreza e a cidadania como categorias de análise, considerando-as multidimensionais, e que sofrem influência das características assumidas pela modernidade e pelas demarcações das territorialidades. Assim, este trabalho objetivou o esclarecimento das questões da “política social de renda” no contexto que estamos nomeando, baseado em Bauman, como Modernidade Líquida. A hipótese que norteou nosso trabalho focaliza-se na possibilidade de o PBF constituir-se uma política de reprodução de pobreza, tornando-se um obstáculo à conquista de uma cidadania ampla e, conseqüentemente, se posicionando como um instrumento de manutenção das relações de dependência entre beneficiários e promotores do PBF, em nível do poder municipal. Tomamos como suporte metodológico alguns pressupostos apresentados pela etnometodologia. A amostragem de nossa pesquisa, visando uma resposta à pergunta norteadora de nossa dissertação, foram 17 famílias contempladas pelo PBF no município de Água Branca, território do sertão de Alagoas. Nosso trabalho propõe uma discussão sobre a noção de pobreza, numa tentativa de mostrar a necessidade de uma abordagem que ultrapasse sua dimensão meramente material; da mesma forma, problematizamos o conceito de cidadania, apontando que esta não pode limitar-se a questões relacionadas aos direitos sociais, mas também precisa incluir a dimensão da formação do sujeito. Consideramos que esta questão interfere nos avanços proporcionados pelo acesso à renda que deveria ser um instrumento de liberdade material e existencial, mas tem agido numa direção inversa, dificultando a construção de um sujeito político, numa perspectiva da autonomia e da autodeterminação. Concluímos que a maior pobreza vivenciada pela população de Água Branca é pobreza imaterial, aquela que se revela deturpadora da construção do sujeito de interesse público – o cidadão. Nesta perspectiva, mesmo com os reais ganhos do PBF, consideramos que se mantém uma pobreza de caráter material e imaterial, favorecendo, assim, à reprodução do poder tradicional, onde a sociedade permanece tutelada pelo Estado.
Abstract: The Bolsa Família Program – PBF has been subject of different interpretations. In this paper we analyze the social effects of this public policy, thinking poverty and citizenship as categories of analysis and considering them as multidimensional and influenced by the characteristics of the modernity and the territoriality demarcation. This study aimed to clarify the issues of "social income policy" in the context we are naming, based in Bauman, Liquid Modernity. The hypothesis that guided our work focuses on the possibility of the PBF to be a policy of reproduction of poverty, becoming an obstacle to the achievement of full citizenship and, consequently, positioning itself as an instrument for maintaining the relations of dependency among beneficiaries and promoters of PBF in the municipal power. We’ve used as methodolical support some assumptions of ethnomethodology. The sampling of our research aiming an answer to our essay guiding question, was made up of 17 families beneficiary of the PBF in the municipality of Água Branca, territory of the interior of the State of Alagoas. Our work proposes a discussion of the notion of poverty in an attempt to show the need for an approach that goes beyond its purely material dimension, as well as it discusses the concept of citizenship, pointing out that it should not be limited to issues of social rights, but must also include the the subject formation dimension. We believe that this issue touches the advancements reached by the access to income that should be an instrument of freedom and material existence but that has has just the opposite direction, hampering the construction of a political subject, in a perspective of autonomy and self-determination. We conclude that the highest poverty of the population of Água Branca is the immaterial one, that makes difficult the construction of the subject of public interest - the citizen. From this viwepoint, even with the real gains of PBF, we believe that such poverty has a material and immaterial character thus furthering the reproduction of traditional power, while the society remains under the protection of the State.
Keywords: Programas de sustentação de renda
Programa Bolsa Família – Água Branca (AL).
Política social (Brasil)
Pobreza
Cidadania
Modernidade
Income
Poverty
Citizenship
Social policy
Liquid modernity
Territoriality
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Faculdade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: LIMA, Eugênio Dantas Gomes. Pobreza, cidadania e a política social de renda nos territórios sertanejos de Água Branca em Alagoas. 2010. 196 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/3179
Issue Date: 20-Dec-2010
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - ICS



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.