Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2949
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Empregadas domésticas: experiências do exercício da atividade
Other Titles: Domestic employees: experiences activity exercise
metadata.dc.creator: Lopes, Cícera Lílian Alves
metadata.dc.contributor.advisor1: Melo, Marina Félix de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Assis, Wendell Ficher Teixeira
metadata.dc.contributor.referee1: Pereira, Jesana Batista
metadata.dc.contributor.referee2: Bittencourt, João Batista de Menezes
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação objetiva compreender as motivações para a atividade de empregada doméstica de mulheres migradas do interior para a capital de Alagoas. São investigadas as rotinas e experiências do exercício da atividade a partir do auto reconhecimento que estas mulheres têm a respeito de si e do papel social que carregam. Partiu-se da hipótese de que as motivações que impulsionam a migração são o aspecto econômico, a dimensão do status social positivo por meio do reconhecimento jurídico do trabalho e a oposição à identidade camponesa. A hipótese de trabalho se confirma parcialmente, posto que outros fatores surgem em campo substanciando a presente pesquisa. Realizou-se entrevistas como técnica de coleta principal e a análise de conteúdo como técnica de análise. Nas entrevistas, empregadas domésticas narram sobre o cotidiano laboral de suas funções e relatam as distâncias e aproximações vivenciadas nas relações com a/o contratante, perpassando aspectos ligados às estratificações de classe, gênero etc. A questão do gênero debate o subemprego feminino, a subestimação das práticas exercidas no âmbito produtivo e o serviço típico de mulheres. Em um segundo momento é abordado como as empregadas domésticas se auto reconhecem socialmente a partir das atividades que desempenham. Nesse ponto, trata-se do preconceito que estigmatiza a categoria de trabalho. São descritas experiências desde humilhações sofridas até a ocultação da ocupação com vista a negar o pertencimento à categoria profissional. Os relatos mostram também a situação de pobreza enfrentada no interior de onde são oriundas e a necessidade que impulsionou a migração para capital do Estado de Alagoas. Contextualizam-se aspectos históricos e políticos que colaboraram para a situação atual do emprego doméstico. Os entraves e as possibilidades de inserção no mercado de trabalho após a migração são compreendidos a partir das narrativas que relatam a escolaridade como principal aspecto para a falta de opção em outra categoria de trabalho.
Abstract: The present master’s thesis aims to understand the motivations for the activity of housemaid of women migrated from the countryside to the capital of Alagoas, a brazilian state. The routines and experiences of the housemaid exercise of the activity are investigated from the self-recognition that these women have about themselves. The main hypothesis is the motivations that drive migration are the economic aspect, the dimension of positive social status through legal recognition of job and the countryside opposition identity. The main hypothesis is partially confirmed because other factors appear along empirical research. Interviews were conducted as the main collection technique with the content analysis. Along the interviews, housemaid narrate about the daily work of their functions and report the distances and approximations experienced in the relations with the contractor, the boss, crossing aspects related to the stratifications of class, gender etc. The issue of gender discusses female underemployment, the underestimation of practices in the productive sphere and the typical service of women. In a second moment it is approached how the domestic maids recognize themselves socially from the activities that they perform. At this point, it is the prejudice that stigmatizes the category of job. Experiences are described from humiliations suffered to the occultation of the occupation in order to deny the Professional category. The reports also show the situation of poverty faced in the countryside and the need that has driven the migration to Maceió-AL. Historical and political aspects, considered in the analisis, have contributed to the current situation of domestic employment. The barriers and the possibilities of insertion in the labor market after the migration are understood from the narratives that report the schooling as main aspect for the lack of option in another category of work.
Keywords: Empregadas domésticas
Mercado de trabalho – Participação da mulher
Aspectos econômicos
Migração
Housemaid
Migration
Self-recognition
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: LOPES, Cícera Lílian Alves. Empregadas domésticas: experiências do exercício da atividade. 2018. 89 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2949
Issue Date: 9-Mar-2018
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Empregadas domésticas: experiências do exercício da atividade.pdf1,37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.