Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2896
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Turismo e meio ambiente: o esgotamento sanitário no município de Maragogi, Alagoas
Other Titles: Tourism and environment: the sewerage system of the city of Maragogi, Alagoas
metadata.dc.creator: Lins , Antonio de Padua Gomes D´Almeida
metadata.dc.contributor.advisor1: Araujo , Lindemberg Medeiros de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Lima , Walter Matias
metadata.dc.contributor.referee1: Araújo, José Luís Lopes
metadata.dc.contributor.referee2: Cavalcanti, Verônica Robalinho
metadata.dc.contributor.referee3: Batista, Juliana Oliveira
metadata.dc.description.resumo: Considerada como atividade socioeconômica importante e dinâmica, o turismo tem sido adotado como alternativa de desenvolvimento pelo governo de numerosos países, estados e municípios. Entretanto, além dos impactos positivos, essa atividade, pode causar graves problemas para os sistemas ecológicos, as paisagens e as comunidades que compõem os destinos. Portanto, é importante que se adote um planejamento a longo prazo que contemple, dentre outros aspectos, o saneamento ambiental, uma dimensão central do desenvolvimento sustentável. Para que isto ocorra, é importante que os projetos de saneamento sejam bem dimensionados e que haja ampla participação popular uma vez que os residentes conhecem bem o território local. O objetivo deste trabalho é analisar a implantação e operação do projeto de esgotamento sanitário de Maragogi, município do litoral norte de Alagoas. Maragogi é o segundo maior destino turístico de Alagoas, com 4.000 leitos, além de ser considerado pelo Ministério do Turismo um dos 65 Destinos Indutores do país. Para se atingir o objetivo deste trabalho, considerou-se importante analisar a visão de: a) técnicos que trabalham para o governo municipal; b) moradores, empreendedores e líderes locais que têm relação com o território; c) turistas. Para tanto, o estudo utilizou uma abordagem qualitativa e foram adotados como instrumentos de coleta de dados entrevistas abertas, entrevistas semiestruturadas, registro fotográfico, observação direta e exames de imagens remotas (Google Earth). O estudo identificou que o projeto de saneamento não contemplou todo o território do município de Maragogi, deixando várias fontes de esgoto fora do seu alcance. Graves problemas ambientais relacionados ao saneamento continuam ocorrendo, apesar da prefeitura utilizar como uma das suas estratégias de marketing dizer que o município é 100% saneado.
Abstract: Regarded as an important and dynamic socio-economic activity, tourism has been adopted as a development alternative by governments of many countries, states and municipalities. However, in addition to its positive impacts this activity can cause serious problems for ecological systems, landscapes and communities that make up the destinations. Therefore, it is important to adopt a long-term planning strategy that includes, among other things, environmental sanitation, as a central component of sustainable development. For this to happen, it is important that sanitation projects are well sized and that there is adequate popular participation as residents know the local territory. The objective of this study is to analyze the implementation and operation of the Maragogi´s sewage project, in the north coast of Alagoas. Maragogi is the second largest tourist destination of Alagoas, with 4,000 beds, in addition to being considered by the Ministry of Tourism as one of the country´s 65 tourism attractor projects (Projeto Destinos Indutores). To achieve the objective of this work, it was considered important to analyze the views of: a) planners working for the municipal government; b) residents, entrepreneurs and local leaders; and c) tourists. Therefore, the study used a qualitative approach and adopted the followings data-collection instruments: open interviews, semi-structured interviews, photographic survey, direct observation, and examination of remote images (Google Earth). The study identified that the sanitation project did not include the entire territory of the municipality of Maragogi, leaving several sources of sewage out of the project´s reach. Serious sanitation-related environmental problems continue to occur, despite the local government continue to use as one of their marketing strategies the message that the municipality is 100% sanitized.
Keywords: Turismo
Espaço urbano
Meio ambiente
Saneamento – Maragogi (AL)
Tourism
Urban Space
Environment
Sanitation
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: LINS, Antonio de Padua Gomes D´Almeida. Turismo e meio ambiente: o esgotamento sanitário no município de Maragogi, Alagoas. 2017. 209 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura: Dinâmica do espaço Habitado) - Faculdade de Arquitetura, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2896
Issue Date: 6-Feb-2017
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Turismo e meio ambiente - o esgotamento sanitário no município de Maragogi, Alagoas.pdfTurismo e meio ambiente: o esgotamento sanitário no município de Maragogi, Alagoas6.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.