Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/288
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Educação e corporeidade: conflito e prazer no cotidiano dos professores
metadata.dc.creator: Moraes, Nadeje Fidelis de
metadata.dc.contributor.advisor1: Borba, Sergio da Costa
metadata.dc.contributor.referee1: Fumes, Neiza de Lourdes Frederico
metadata.dc.contributor.referee2: Kullok, Maísa Gomes Brandão
metadata.dc.contributor.referee3: Macedo, Roberto Sidnei Alves
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação tem como objetivo estudar a corporeidade do professor como educador em sua significação humana, portador de um corpo no qual a dor e o prazer fundamentam sua experiência enquanto sujeito. O estudo incidiu em problematizar as questões do corpo, buscando a compreensão da importância da imagem corporal, e as contribuições que as vivências corporais podem oferecer para a sensibilização da corporeidade, distorcida pelas imposições sociais estabelecidas. Quanto à base teórico-conceitual, foi fundamentada na concepção fenomenológica e abordou diversos autores que atendem a demandas recentes de estudo sobre a relação corpo e educação, como uma renovação da práxis pedagógica. A metodologia utilizada foi do tipo qualitativa, em que se utilizou a pesquisa etnográfica com observação participante. O material empírico foi coletado por meio dos seguintes instrumentos: observação participante, entrevistas semi-estruturadas, notas de campo, fotografias, depoimentos e vivências corporais. A população observada foi um grupo de 12 professores do Ensino Fundamental de 5ª a 8ª série e Ensino Médio, lotados em uma escola pública estadual. A pesquisa de campo ocorreu no período de setembro/2005 a janeiro/2007, nas dependências da referida escola. De acordo com as análises feitas, as conclusões confirmam que a corporeidade traz em si todas as demandas que envolvem a vivência do professor, que a imagem que ele tem de si mesmo reflete, em suas ações educativas, o prazer e o conflito vivenciados pelo professor educador no cotidiano escolar, reflete também suas buscas, inquietações e desejos. Fica evidenciado que as instituições escolares podem oportunizar momentos simples de vivências corporais, que permitam ao professor a sensibilização da corporeidade e ocasionar, com isso, vida à educação através da corporeidade vivenciada dos educadores sujeitos de sua história.
Abstract: The objective of this work is study the teachers' corporeal awareness while educators in their human significance, with a body in which pain and pleasure are the base of the experience as subject. The study problematizes the body, searching the comprehension of the corporal image importance, and the contributions that the corporal experiences can offer for sensitize the corporeal awareness, distorted by the social impositions. Related to the theoreticalconceptual base, it was based in the phenomenological conception, and approached several authors that assist to recent study demands about the relationship between body and education as a renovation of the pedagogic praxis. The used methodology was the qualitative type, where the ethnographic research was used with participant observation. The empiric material was collected through the following instruments: participant observation, semi-structured interviews, field notes, pictures, depositions and corporal experiences. The studied population was a group of 12 teachers of the Elementary School, from 5th to 8th grades, and High School (equivalent to Brazilian Educational System), from a public state school. The field research was applied at the referred school from September 2005 to December 2006. From the analyses, it was confirmed that the corporeal awareness brings all the demands that involve the teachers' experiences, that the images they have of themselves reflect, in their educational actions, the pleasure and conflict lived by the teacher/educator in the daily school; they also echo their searches, anxieties and desires. It was evidenced that the schools can promote simple moments of corporal experiences that allow the teacher to have a high emotional response of the corporeal awareness and cause, with this, life to education through the lived corporeal awareness of the educators subjects of their history.
Keywords: Education
Corporeal awareness
Teachers
Educação
Corporeidade
Professor.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: MORAES, Nadeje Fidelis de. Educação e corporeidade: conflito e prazer no cotidiano dos professores. 2007. 132 f. Dissertação (Mestrado em Educação Brasileira) - Centro de Educação, Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufal.br/handle/riufal/288
Issue Date: 4-Jul-2007
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - CEDU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Educação e corporeidade: conflito e prazer no cotidiano dos professores.pdf942,63 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.