Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2728
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação térmica de habitações unifamiliares do programa Minha Casa Minha Vida em Maceió-AL
Other Titles: Thermal evaluation of single-family housing of Program Minha Casa Minha Vida in Maceió-AL
metadata.dc.creator: Dantas, Cristine Matos
metadata.dc.contributor.advisor1: Barbirato, Gianna Melo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Batista, Juliana Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Freitas, Ruskin Marinho de
metadata.dc.contributor.referee2: Oiticica, Maria Lúcia Gondim da Rosa
metadata.dc.description.resumo: O objetivo do trabalho foi avaliar o desempenho térmico e o conforto térmico interno de um empreendimento habitacional horizontal do Programa Minha Casa Minha Vida – PMCMV, localizado no contexto climático da cidade de Maceió – AL. Os procedimentos metodológicos utilizados consistiram em abordagens térmicas qualitativas e quantitativas de um Modelo Base (modelo original de projeto arquitetônico habitacional horizontal, que correspondente à prática recorrente) e de outro modelo denominado Modelo com Alteração na Área de Abertura das Janelas (com alterações nas áreas de aberturas de ventilação efetiva, conforme estabelecido pela NBR 15220 para a Zona Bioclimática 8). Essas abordagens térmicas abrangeram estudos de insolação de fachadas, visualização de escoamento de ventos e simulações computacionais dos dois modelos em estudo; além de monitoramento in loco das condições térmicas internas de duas unidades residenciais do empreendimento, com orientações distintas, para fins de validação dos resultados simulados. O critério de avaliação para as condições de conforto térmico interno dos ambientes dos modelos estudados consistiu em um intervalo de conforto estabelecido pela literatura técnica existente na área e considerada adequada para usuários expostos ao clima quente e úmido. Os resultados obtidos na abordagem térmica qualitativa comprovaram, quanto à insolação das fachadas das unidades, a necessidade de proteção solar para os dois modelos estudados. Por outro lado, o aumento da área de abertura para 40% da área do piso promoveu a adequada renovação do ar interno nos ambientes, para as duas orientações existentes nas unidades do empreendimento. Na abordagem térmica quantitativa, as simulações com o modelo alterado diminuíram de uma maneira geral a quantidade de horas confortáveis, entendendo-se aí como aumento de carga térmica interna o aumento da área efetiva de ventilação. O monitoramento in loco confirmou a pequena diferença no desempenho térmico encontrado nas simulações efetuadas para duas orientações distintas. O modelo original do empreendimento estudado (Modelo Base) foi o que melhor atendeu aos requisitos de desempenho térmico estabelecidos pelas normas, com o acréscimo do uso de protetores mistos para o sombreamento de algumas aberturas. O empreendimento analisado, enfim, pode ser considerado adequado às condições climáticas expostas, visto que nas análises efetuadas, os resultados das temperaturas internas dos ambientes analisados encontraram-se, na sua maior parte do tempo, dentro dos limites de conforto estabelecidos neste trabalho. Esses valores correspondem ao intervalo de 65% a 93%, em uma estimativa de porcentagem de horas anuais confortáveis. Sabe-se, no entanto, que as altas porcentagens de conforto térmico encontradas podem mascarar alguns pontos importantes de análise; visto que o intervalo considerado possui uma grande faixa de aceitabilidade. Além disso, em climas com pouca amplitude térmica, qualquer variação pode interferir na sensação de conforto térmico. Espera-se que esse estudo possa contribuir para a discussão crescente sobre a elaboração de projetos de empreendimentos residenciais horizontais termicamente confortáveis, com o uso da climatização natural.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the thermal performance and the indoor thermal comfort of a horizontal residential enterprise located in the climate context of the city of Maceió-AL. The methodological procedures used consisted of qualitative and quantitative thermal approaches a base model (original model of horizontal housing architectural design, which matches the standard practice) and another model called model with change in aperture area of windows (with changes in the openings areas of effective ventilation as laid down in NBR 15220 Bioclimatic zone 8). These thermal approaches included studies of heatstroke facades, wind flow visualization and computer simulations of these two models in study; In addition to on-site monitoring of internal thermal conditions of the two residential units of the enterprise, with distinct guidelines, with the purpose to validate what was simulated in the computer. The evaluation criteria for the conditions of internal thermal comfort of environments studied models consisted of a comfort range defined by the existing technical literature in the area and deemed appropriate for users exposed to hot and humid weather. The results obtained in the thermal qualitative approach proved that facades of the units which received insolation, needs sun protection for both models studied. On the other hand, the increase of opening area to 40% of the floor area promoted the satisfactory renewal of indoor air environments, for both guidelines existed in the units of the enterprise. In thermal quantitative approach, simulations with the changed model in general decreased the amount of comfortable hours understanding that the increase of effective ventilation area will increase the internal thermal load. Monitoring the spot confirmed the slight difference in thermal performance found in the simulations carried out for two distinct orientations. The original model of the studied enterprise (Base Model) was the best answer to thermal performance requirements established by the regulations, with the addition of mixed protectors for the shading of some openings. The project analyzed, finally, can be considered adequate to the exposed weather, as on the analysis performed, the results of the internal temperatures of the analyzed environments found themselves, for the most part, within the comfort limits set forth in this work. These values correspond to the range of 65% to 93%, on an estimated percentage of annual comfortable hours. It is known, however, that the high percentage of thermal comfort found may mask some important points of analysis; since the considered range has a wide range of acceptability. Furthermore, in climates with little temperature variation, any variation may interfere with the sensation of thermal comfort. Hopefully, this study could contribute to the growing discussion about development of projects of horizontal residential thermally comfortable, with the use of natural air conditioning.
Keywords: Desempenho térmico de edificações
Conforto térmico interno
Empreendimentos residenciais horizontais
Thermal performance of buildings
Indoor thermal comfort
Horizontal residential enterprise
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: DANTAS, Cristine Matos. Avaliação térmica de habitações unifamiliares do programa Minha Casa Minha Vida em Maceió-AL. 2015. 128 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura: Dinâmica do Espaço Habitado). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura. Universidade Federal de Alagoas, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2728
Issue Date: 30-Mar-2015
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.