Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2556
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O avesso da(s) identidade(s) “homoerótica(s)” masculinas nos espaços homofóbicos na terra dos marechais (Maceió-AL): lugares e não-lugares
Other Titles: The reverse of “ homoerotic (s)” masculine identity (ies) in the homophobic spaces in the land of the marshals (Maceió-AL): places and non-places
metadata.dc.creator: Silva, Flavio Santos da
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Walter Matias
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Martins, Silvia Aguiar Carneiro
metadata.dc.contributor.referee1: Silva Sobrinho, Helson Flávio da
metadata.dc.description.resumo: Nessa dissertação analisamos a construção das identidades clandestinas e enrustidas dos homoeróticos masculinos em Maceió (HALL, 1998; CANCLINI, 2005; FREIRE, 1995; TREVISAN, 2004; GREEN, 2000; FIGARI, 2007; FRY & MACRAE, 1991; GUIMARÃES, 2004; FARIAS & RISCADO, 2002). Para tanto, utilizamos “violência” e “espaço” (lugar e não-lugar) como categorias de análise para compreensão de tais identidades. A pesquisa de campo incluiu a observação nos espaços de “pegação” e “cassação”, questionários, entrevistas e consulta a dados da Secretaria de Defesa Social de Alagoas. Sendo assim, buscamos saber como esses sujeitos se autodefiniam e como vivenciavam suas identidades nos espaços (lugares e não-lugares), bem como quais seriam os impactos da violência na vivência deles, tendo em vista o imaginário social e os códigos culturais dominantes e seus modelos heterossexistas e heteronormativos. Muitos deles demonstram em suas falas que não desejam “assumir” uma identidade “gay”, aceitando, em certa medida, os códigos dominantes. Para estes, as práticas homoeróticas coadunam com os desejos de constituir família, por exemplo. As atitudes intolerantes por parte dos setores conservadores da cidade são percebidas, pela maioria dos sujeitos da pesquisa, como inibidores de uma possível visibilidade. Por outro lado, as práticas da homofobia, observadas pelos altos índices da violência física e simbólica, produzem certa vulnerabilidade para os homoeróticos. Verificamos ainda que as tensões sofridas por esses sujeitos representem sintomas permanentes de medo e insegurança, mas isso não os afasta de suas práticas homoeróticas, apenas faz com que modifiquem suas estratégias a fim de manterem clandestinidade e concretizarem seus desejos.
Abstract: In this work we analyze hidden identities of male homoerotic in Maceió-AL. (HALL, 1998; CANCLINI, 2005; FREIRE, 1995; TREVISAN, 2004; GREEN, 2000; FIGARI, 2007; FRY & MACRAE, 1991; GUIMARÃES, 2004; FARIAS & RISCADO, 2002). To comprehend these identities, we use concepts such as violence and space (place and non-place). This research consisted of observation of some particular places called “espaços de pegação” and “espaços de cassação”, questionnaire, interviews and information from Secretaria de Defesa Social de Alagoas. In doing so, we searched for understand how these male homoerotic defines themselves, how they deal with their identities in spaces (places and non-places) and which would be the impacts of violence in their life, considering the social imaginary and dominant cultural codes and heterosexual conventional relational models. Many of them demonstrate, in interviews, that they do not desire to assume a gay identity, accepting, in certain way, social dominant codes. For them, homoerotic attitudes live with family constitution wishes. Intolerants attitudes by conservatives sectors of the city are perceived for the majority characters research as inhibiting of a possible visibility. On the other hand, homophobic attitudes evidenced by higher levels of symbolical and physics violence; produce certain vulnerability to male homoerotic. Besides, we verified that some tensions suffered by them represents permanent fear and insecurity, but this feelings does not move them away from homoerotic attitude, in fact, it makes they modify its strategies in order to keep hidden and to materialize its desires.
Keywords: Homossexualidade – Maceió (AL)
Identidade
Homoerotismo
Violência
Homosexuality
Identity
Violence
Homoeroticism
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: SILVA, Flavio Santos da. O avesso da(s) identidade(s) “homoerótica(s)” masculinas nos espaços homofóbicos na terra dos marechais (Maceió-AL): lugares e não-lugares. 2009. 231 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2009.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2556
Issue Date: 16-Oct-2009
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O avesso da s identidade s homoerótica s masculinas nos espaços homofóbicos na terra dos marechais Maceió-AL lugares e não-lugares.pdfO avesso da(s) identidade(s) “homoerótica(s)” masculinas nos espaços homofóbicos na terra dos marechais (Maceió-AL): lugares e não-lugares34,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.