Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2472
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A internacionalização da Odebrecht no capitalismo dependente brasileiro
Other Titles: The internationalization of Odebrecht in Brazilian dependent capitalism
metadata.dc.creator: Silva Filho , José Humberto
metadata.dc.contributor.advisor1: Assis , Wendell Ficher Teixeira
metadata.dc.contributor.referee1: Verçoza , Lúcio Vasconcellos de
metadata.dc.contributor.referee2: Alves , Elder Patrick Maia
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho buscou compreender, à luz das contribuições teóricas de Florestan Fernandes e da Teoria Marxista da Dependência, o tipo de relação estabelecida entre as empresas que se internacionalizaram na primeira década do século XXI – em especifico, a Odebrecht – e o Estado nacional brasileiro no estabelecimento das condições necessárias para o cumprimento das estratégias de internacionalização. Nesse caminho, localizamos historicamente as nuanças do capitalismo brasileiro das últimas três décadas, suas formas especificadas de reprodução do capital e de como estas ajudaram a constituir, de maneira dialética, a institucionalidade necessária para que as estratégias de negócio dos grandes conglomerados empresariais referentes, à internacionalização, fossem implementadas. Travamos um diálogo permanente entre a teoria sociológica e a realidade concreta expressada na relação da Odebrecht com o Estado, documentada nas políticas governamentais de incentivo ao investimento no exterior e na ação direta do Estado brasileiro na promoção da internacionalização por meio de sua chancelaria.
Abstract: This work aimed to understand, in the light of the theoretical contributions of Florestan Fernandes and the Marxist Dependency Theory, the type of relation established between companies that were internationalized in the first decade of the 21st century – Odebrecht, particularly – and the Brazilian National State in establishing the necessary conditions for the compliance of the internationalization strategies. In this way, we have historically located the nuances of the Brazilian capitalism of the last three decades, its specified forms of reproduction of the capital and how they dialectically helped to constitute the necessary institutionality for the large business conglomerates internalization strategies to be implemented. We made a permanent debate between sociological theory and concrete reality expressed in the relation of Odebrecht with the State, which is documented in governamental incentive policies’ abroad investiment and in the direct action of the Brazilian State in promoting internationalization through its chancellery.
Keywords: Internacionalização de empresas
Dependência econômica
Estado – Política industrial
Odebrecht
Internationalisation of companies
Economic dependence
State - Industrial Policy
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: SILVA FILHO, José Humberto. A internacionalização da Odebrecht no capitalismo dependente brasileiro. 2017. 163 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/2472
Issue Date: 31-Jul-2017
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A internacionalização da Odebrecht no capitalismo dependente brasileiro.pdf2,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.