Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1441
Tipo: Tese
Título: A aprendizagem das crianças na cultura digital
Título(s) alternativo(s): Learning of children in the digital culture
Autor(es): Pimentel, Fernando Silvio Cavalcante
Primeiro Orientador: Costa, Cleide Jane de Sá Araújo
Primeiro Membro da Banca: Sobral, Maria Neide
Segundo Membro da Banca: Costa, Fábio Paraguaçu Duarte da
Terceiro Membro da Banca: Mercado, Luis Paulo Leopoldo
Quarto Membro da Banca: Francisco, Deise Juliana
Resumo: O estudo analisa como as crianças incorporam e usam as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) em seus processos de aprendizagem, no contexto escolar e extra escolar, considerando que estas tecnologias fazem parte do cotidiano destas crianças e influenciam diretamente em seu desenvolvimento cognitivo. A pesquisa, enquanto método misto e configurada como Estudo de Caso, se fundamentou nos estudos histórico-culturais, a partir de Vygotsky e na análise emergente do aprendizado em rede, de Siemens e Downes. As crianças participantes da pesquisa fazem parte da cultura digital e apresentam especificidades e singularidades no aprender com e sobre as TDIC. No aporte teórico, destacam-se alguns conceitos relevantes para esta investigação: cultura digital, Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP), estratégia cognitiva e Conectivismo. O processo de aprendizagem de 57 crianças do 5º ano do Ensino Fundamental foi acompanhado entre os meses de maio a agosto de 2014, a partir da observação em suas práticas no laboratório de informática de uma escola da rede privada de ensino de Maceió, como também nos momentos de intervalo de aulas (recreio), em conjunto com os instrumentos: questionário; entrevista semi-estruturada; planos de aula das professoras da série. Para compreender as respostas dos participantes nas técnicas utilizadas, foi incorporado um olhar comparativo para estabelecer relações entre o contexto escolar e o contexto extra escolar, utilizando apropriação tecnológica, uso das TDIC como estratégias de aprendizagem e compartilhamento, criação, inovação e colaboração em rede como categorias de análise. Os dados da pesquisa mostraram que as crianças estão inseridas na cultura digital e utilizam as TDIC como estratégia de aprendizagem de forma mais espontânea e inovadora nos ambientes externos à escola. O estudo, evidenciou que as TDIC por si mesmas, não dão conta do processo aprendizagem e que as interações, mesmo de forma limitada por meio das TDIC, são necessárias e potencializadoras do aprendizado.
Abstract: The purpose of this paper is to analyze how children incorporate and use the Digital Communication and Information Technologies (DICTs) in their learning process, both in the classroom and outside the classroom, considering that such technologies are part of children's everyday lives, and, therefore, directly influence their cognitive development. The research was based on historical-cultural studies, from the perspective of Vygosky and from the emerging analysis of learning as network, by Siemens and Downes. We understand that the children who participated in the research are part of the digital culture. They present specificities and particularities in learning about digital technologies. In our study, we focus on some relevant theoretical concepts: digital culture, ZPD (Zone of Proximal Development), cognitive and Connectivism. The learning process of 57 children of the fifth grade at an Elementary School – a private school in the city of Maceió – was examined from May to August 2014. Their practices were observed during break and at a computer laboratory, in association with other methodological instruments: questionnaire; semi-structured interview; teachers' lesson plans. In order to understand the children’s answers in the questionnaires and interviews, we compared the theories to the reality of both contexts (in the classroom and outside the classroom). We used the following categories of analysis: technological appropriation, use of DICTs as learning and sharing strategies, creation and innovation, and network collaboration. Our study has shown that children are inserted in the digital culture and that they use the DICTs as learning strategy, in a more spontaneous and innovative way, when they are outside the classroom. The study has also shown that the DICTs alone are not enough in the learning process. The interactions, even if they are limited by means of the DICTs, are necessary and they potentialize learning.
Palavras-chave: Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação
Cultura digital
Estratégia de Aprendizagem.
Conectivismo
Digital Culture
Learning Strategies
DICTs
Connectivism
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: PIMENTEL, Fernando Silvio Cavalcante. A aprendizagem das crianças na cultura digital. 2015. 201 f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação, Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1441
Data do documento: 12-Mar-2015
Aparece nas coleções:CEDU - Centro de Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A aprendizagem das crianças na cultural digital.pdf4,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.