Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1409
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O Medo social como sintoma da violência urbana nos processos de interação social
Other Titles: The Social fear as a symtom of urban violence through social interaction
metadata.dc.creator: Araújo, Tâmara Camões
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira, Ruth Vasconcelos Lopes
metadata.dc.contributor.referee1: Lima, João Vicente Ribeiro Barroso da Costa
metadata.dc.contributor.referee2: Tavares, Breitner Luiz
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa teve como objetivo apreender as representações sociais de violência urbana entre moradores de cinco bairros da cidade de Maceió, enfatizando os efeitos sofridos por moradores da área nobre da cidade, de um lado, e moradores de bairros periféricos, de outro. Diante das repercussões que o tema tem provocado na sociedade contemporânea, este trabalho provoca uma reflexão acerca dos efeitos produzidos por uma sociabilidade violenta nas interações sociais, que exigem a elaboração de novas formas de compartilhar o espaço urbano. A Sociologia das Emoções foi adotada na análise das expressões de insegurança e medo social, contextualizando a violência enquanto um fenômeno eminentemente social, ao tempo em que O Interacionismo Simbólico, a Etnometodologia e a Teoria das Representações Sociais deram suporte para a compreensão do senso comum enquanto conhecimento construído coletivamente. Durante a pesquisa, 10 entrevistas foram realizadas e 184 questionários foram aplicados nos cinco bairros eleitos para a investigação. Os resultados da pesquisa indicam que a sensação de insegurança e de medo tem provocado uma nova organização das vidas individuais e coletivas, transformando as relações e os valores societários dos maceioenses.
Abstract: This research aims at studying the social representations concerning urban violence among five different neighborhoods in Maceio, focusing on the effects felt on the one hand by the upper-class citizens and on the other hand by those who live in suburban areas. As we observe the impact of the topic in our contemporary society, it brings about a discussion above the outcomes of a violent sociability within social interactions, which have been demanding new ways of sharing the urban area. The “Emotions Sociology” has been adopted in order to analyze expressions of both social insecurity and fear, taking violence as an emergent social phenomena, as well as “Ethnomethodology”, and “The Theory of Social representations” which supports the common sense understanding as a part of group construction. During the research, 10 interviews took place and also 184 surveys have been applied in the up mentioned neighborhoods chosen in this investigation. The research results indicate that such sensations of fear and insecurity have led to a new way of organizing individual and group life, therefore, transforming society values.
Keywords: Sociabilidade.
Violência urbana
Medo social
Violência
Representações sociais
Sociologia das emoções
Sociability
Urban Violence
Social Fear
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: ARAÚJO, Tâmara Camões. O Medo social como sintoma da violência urbana nos processos de interação social. 2013. 156 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1409
Issue Date: 30-Jan-2013
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O Medo social como sintoma da violência urbana nos processos de interação social.pdf2,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.