00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) CTEC - CENTRO DE TECNOLOGIA Dissertações e Teses defendidas na UFAL - CTEC
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/riufal/1053
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Abud, Ana Karla de Souza-
dc.contributor.advisor1LattesABUD, A. K. S.por
dc.contributor.referee1Almeida, Renata Maria Rosas Garcia-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3745446778086537por
dc.contributor.referee2Oliveira Júnior, Antonio Martins de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6812943821298890por
dc.creatorMorais, Renara Kariny Santos de-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6950012510550553por
dc.date.accessioned2015-08-25T19:04:03Z-
dc.date.available2012-08-29-
dc.date.available2015-08-25T19:04:03Z-
dc.date.issued2012-03-15-
dc.identifier.citationMORAIS, Renara Kariny Santos de. Produção de biossurfactantes a partir de substratos de baixo custo. 2012. 132 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Centro de Tecnologia, Programa de Pós Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2012.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufal.br/handle/riufal/1053-
dc.description.abstractDue to the range of uses in the oil industry, hygiene products and cosmetics, mining, agriculture, pharmaceutical, paper and pulp, textiles and ceramics, the biosurfactants have been widely studied, motivated by the strong tendency in replace synthetic to biological products in industrial and environmental applications. The fact of the microorganisms withstand the most adverse environmental conditions from the mild and are found in various types of substrates, become producers of a range of biosurfactants with diverse applicability, potential toxicity and biodegradability smaller than the synthetic surfactants. This present study aimed to isolate, select and characterize bacteria, molds and yeasts from agroindustrial wastes as vinasse, manipueira and residual oil of frying. The micro-organisms isolated, were studied the potential for producing molecules of biosurfactants, test for biodegradability in concentrations of 0.2, 0.6 and 1% of oil in the presence of redox indicator 2,6-dichlorophenol indophenol (DCPIP). After selection, it was evaluated the capacity to produce biosurfactants and oil emulsion formation when compared to a synthetic surfactant such as sodium lauryl sulfate (SLS®), measuring the surface tension and submission of these molecules in situ bioremediation of petroleum. Of the initial results, 50 micro-organisms were isolated, of which 32 maintained cell viability. Of these, 17 microorganisms were from manipueira, 5 of vinasse and 10 of the residual oil for frying. To test for biodegradability, it was found that 35% of microorganisms from manipueira degraded percentages of 0.2 to 0.6% of oil and 20% of microorganisms of vinasse and 30% of these from oil for frying also degraded the same concentrations of oil supply, degraded some even up to 1% of oil after 4 hours of evaluation. The fermentation process when the residual oil for frying and manipueira as substrates had higher rates of reductions in surface tension of water and percentage of oil bioremediation in beach sand contaminated with , about 81%, when compared to the other sources of carbon as vinasse and glucoseeng
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Alagoaspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Químicapor
dc.publisher.initialsUFALpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectResíduos agroindustriaispor
dc.subjectBiossurfactantespor
dc.subjectBiodegradaçãopor
dc.subjectACPpor
dc.subjectAgroindustrial wasteseng
dc.subjectBiosurfactantseng
dc.subjectBiodegradationeng
dc.subjectPCAeng
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICApor
dc.titleProdução de biossurfactantes a partir de substratos de baixo custopor
dc.title.alternativeProduction of biosurfactants from low cost substrateseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoDevido a gama de utilizações na indústria petrolífera, em produtos de higiene e cosméticos, mineração, agricultura, farmacêutica, papel e celulose, têxtil e cerâmica, os biossurfactantes vêm sendo amplamente pesquisados, motivados pela forte tendência de substituição dos produtos sintéticos por biológicos em aplicações industriais e ambientais. O fato dos micro-organismos suportarem desde condições ambientais mais adversas às amenas e serem encontrados em vários tipos de substratos, os tornam produtores de diversos biossurfactantes, com variadas aplicabilidades, potenciais de toxicidade e biodegradabilidade bem menores que os surfactantes sintéticos. O presente estudo objetivou isolar, selecionar e caracterizar bactérias, bolores e leveduras a partir de resíduos agroindustriais como vinhaça, manipueira e óleo residual de fritura. Dos micro-organismos isolados foi estudado o potencial de produção de moléculas de biossurfactantes, por teste de biodegradabilidade, em concentrações de 0,2 a 1% de petróleo, na presença do indicador redox 2,6-diclorofenol indofenol (DCPIP). Após seleção, avaliou-se a capacidade de produção de biossurfactantes e formação de emulsões em petróleo, quando comparadas a um surfactante sintético como o lauril sulfato de sódio (SLS®), quantificação da tensão superficial e a submissão dessas moléculas à biorremediação do petróleo in situ. Dos resultados iniciais, 50 micro-organismos foram isolados, dos quais 32 mantiveram viabilidade celular. Destes, 17 micro-organismos foram provenientes da manipueira, 5 da vinhaça e 10 do óleo residual de fritura. Para o teste de biodegradabilidade, verificou-se que 35% dos micro-organismos provenientes da manipueira degradaram percentuais de 0,2 e 0,6% de petróleo e 20% dos micro-organismos da vinhaça e 30% dos provenientes do óleo de fritura residual também degradaram as mesmas concentrações de fonte oleosa, chegando alguns a degradar até 1% de petróleo após 4 horas de avaliação. O processo fermentativo com óleo residual de fritura e manipueira como substratos apresentaram maiores índices de reduções na tensão superficial da água e percentual de biorremediação de petróleo em areia de praia contaminada em cerca de 81%, quando comparados com fontes de carbono como a vinhaça e a glicosepor
Aparece nas coleções:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - CTEC

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Produção de biossurfactantes a partir de substratos de baixo custo.pdf2.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.