00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) IEFE - INSTITUTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - GRADUAÇÃO - IEFE Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - EDUCAÇÃO FÍSICA - IEFE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/9521
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Integridade científica nas orientações aos autores de manuscritos submetidos aos periódicos qualis da área de educação física
Autor(es): Silva, Leonardo Fabrício Tavares da
Primeiro Orientador: Mercado, Luis Paulo Leopoldo
metadata.dc.contributor.referee1: Santiago, Leonéa Vitoria
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, Luiz Rodrigo Augustemak de
Resumo: Este estudo teve como objetivo principal, investigar os padrões éticos contidos nas instruções aos autores dos periódicos científicos listados no WebQualis – Capes A1 e A2 da área 21, referente a avaliação quadrienal do ano de 2013-2016, durante o processo de revisão e publicação dos manuscritos submetidos para publicação. Buscou-se verificar a existência de orientações ou dispositivos que possam ser utilizados na identificação, correção ou prevenção dos casos de plágio, fabricação de dados, falsificação, autoplágio e quaisquer condutas inadequadas na publicação dos resultados de uma pesquisa. Foram pesquisados 439 periódicos, sendo 213 classificados no extrato A1 e 226 como A2, de acordo com a avaliação quadrienal de 2013-2016 da Capes. A abordagem de pesquisa utilizada foi qualitativa. A pesquisa ocorreu em três etapas: pesquisa bibliográfica e documental acerca da integridade na pesquisa; levantamento das informações sobre integridade na pesquisa nas páginas eletrônicas dos periódicos pesquisados a partir da listagem do WebQualis Capes (www.qualis.capes.gov.br); e análise de conteúdo dos dados coletados. Nos estratos pesquisados, a má conduta e a integridade na pesquisa são temas de grande relevância para os periódicos da área 21. Os periódicos analisados apresentaram quase que na sua totalidade regras de integridade na pesquisa e orientações quanto aos desvios éticos mais frequentes, que são: A fabricação ou invenção de dados, falsificação, plágio e autoplágio. No estrato A1, 8% dos periódicos analisados não possuem diretrizes éticas para publicação, enquanto os outros 92% possuem. No estrato A2 a porcentagem é ainda inferior, apenas 2% não possuem nenhum tipo de orientação quanto às más práticas, enquanto os outros 98% possuem. As diretrizes do Committee on Publication Ethics (COPE), as recomendações éticas do International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE) e a Declaração de Helsinque, são os documentos mais utilizados como base para elaboração de normas próprias para casos de má conduta, quando não indicados diretamente como material de consulta para os autores que desejam publicar na revista. Foi possível chegar à conclusão de que a má conduta e a integridade na pesquisa apareceram como ponto importante para a maioria dos periódicos pesquisados da área 21, para os casos de plágio, autoplágio e publicações duplicadas, os periódicos que possuem regras de integridade na pesquisa, alertam sobre o uso de softwares específicos para identificação desses desvios. De acordo com a literatura, a integridade na pesquisa, embora ainda pouco debatida, vem despertando de forma gradativa o interesse da comunidade científica. É importante que estudos como esse ganhem espaço no meio acadêmico atual e todos possam compreender os impactos causados pela falta de integridade durante todo o processo que envolve uma pesquisa científica.
Abstract: This study had as main aim the investigation of the ethical patterns contained in instructions to the authors from scientific journals listed in WebQualis - Capes A1 and A2 in area 21, referring to the quadrennial evaluation of the year 2013-2016, through the review and publication process of manuscripts submitted for publications. We have searched for the existence of guidelines or rules that can be used in the identification, correction or to prevent cases of plagiarism, data fabrication, falsification, self-plagiarism and any inappropriate conduct in the publication of research results. An amount of four hundred and thirty-nine journals has been searched, two hundred and thirteen journals have been classified in extract A1 and 226 as A2, according to the 2013-2016 four-year evaluation by Capes. The qualitative approach was used in this research. The research has been divided in three stages: bibliographic and documentary research on research integrity; survey of information on research integrity on electronic pages of the researched journals from the WebQualis Capes list (www.qualis.capes.gov.br); and content analysis of the collected data. In the strata surveyed, misconduct and integrity in research are topics of great relevance for journals in area 21. The journals that have been analyzed had almost the entire rules of integrity in research and guidance on the most frequent ethical deviations, which are: The fabrication or invention of data, falsification, plagiarism and self-plagiarism. In stratum A1, eight percent of the journals analyzed do not have ethical guidelines for publication, while the other ninety-two percent do. In stratum A2, the percentage is lower, only two percent have no guidance on bad practices, while the other ninety-eight percent do. The guidelines of the Committee on Publication Ethics (COPE), the ethical recommendations from International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE) and the Declaration of Helsinki was the most used documents as a basis for the elaboration of specific norms for cases of misconduct, when was not indicated directly as reference material for authors who wants to publish in the journal. It was possible to conclude that the bad conduct and the integrity in the research appeared as an important point for the most of the researched journals in the area 21, for the cases of plagiarism, self-plagiarism and duplicate publications. The journals that have rules of integrity in the research warn about the use of specific softwares to identify these deviations. According to literature, research integrity, although still is little debated, has grown gradually in the scientific community. It is important that studies like this one gain knowledge in the current academic environment and everyone can understand the impacts caused by the lack of integrity during the whole process that involves scientific research.
Palavras-chave: Ética em pesquisa
Periódicos – Educação física
Publicação científica
Integridade científica
Scientific integrity
Research ethics
Scientific publication
Physical Education Periodicals
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Educação Física
Citação: SILVA, Leonardo Fabrício Tavares da. Integridade científica nas orientações aos autores de manuscritos submetidos aos periódicos qualis da área de educação física. 2022. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso ( Licenciatura em Educação Física) - Instituto de Educação Física e Esporte, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/9521
Data do documento: 16-mar-2021
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - EDUCAÇÃO FÍSICA - IEFE



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.