00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) EENF - ESCOLA DE ENFERMAGEM TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO - EENF Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - ENFERMAGEM - EENF
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/8431
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Lima, Viviane Vanessa Rodrigues da Silva Santana-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8480226614610703pt_BR
dc.contributor.referee1Oliveira, Keila Cristina Pereira do Nascimento-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8839846984656013pt_BR
dc.contributor.referee2Almeida, Alda Graciele Claudio dos Santos-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8849367755204846pt_BR
dc.creatorTenório, Myrna Lins-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2052231301261518pt_BR
dc.date.accessioned2022-02-07T22:43:05Z-
dc.date.available2023-02-07-
dc.date.available2022-02-07T22:43:05Z-
dc.date.issued2021-11-16-
dc.identifier.citationTENÓRIO, Myrna Lins. Aceitação da vacina para a COVID-19 na região Nordeste do Brasil, 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Escola de Enfermagem, Curso de Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/8431-
dc.description.abstractThe present study aimed to analyze the acceptance of the vaccine for COVID-19 among residents of the Northeast region of Brazil with a higher education level. This is a descriptive research carried out in a virtual environment between February 9 and March 8, 2021. The study sample, of 536 individuals, was a "virtual snowball", for data collection, a questionnaire was used electronic platform built on the Google forms® virtual platform, made available online, composed of socioeconomic and behavioral variables, variables related to adherence to pandemic control measures and related to vaccination. In the analysis, it was evidenced that there is acceptance of the vaccine against COVID-19 by the largest portion of the sample with 78.36% individuals who stated that they intended to be vaccinated, in addition to 16.79% who had already been immunized against COVID-19. Fear of adverse effects was the main reason for refusing the immunizer. It was concluded that even with a high acceptance rate, there is still a portion of the population that refuses the vaccine, the study is important to support strategies to increase vaccine adherence against COVID-19.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Alagoaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCurso de Enfermagempt_BR
dc.publisher.initialsUFALpt_BR
dc.rightsAcesso Embargadopt_BR
dc.subjectInfecções por coronavíruspt_BR
dc.subjectInfection by coronaviruspt_BR
dc.subjectPandemiapt_BR
dc.subjectPandemicpt_BR
dc.subjectCOVID-19pt_BR
dc.subjectVacinaspt_BR
dc.subjectVaccinept_BR
dc.subjectRecusa de vacinaçãopt_BR
dc.subjectRefusal of vaccinationpt_BR
dc.subjectVacinação em massapt_BR
dc.subjectMass vaccinationpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpt_BR
dc.titleAceitação da vacina para a COVID-19 na região Nordeste do Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.description.resumoO presente estudo objetivou analisar a aceitação da vacina para a COVID-19 entre residentes da região Nordeste do Brasil de nível de escolaridade superior. Trata-se de uma pesquisa descritiva realizada em ambiente virtual entre 9 de fevereiro a 8 de março de 2021. A amostra do estudo, de 536 indivíduos, se deu por “bola de neve virtual”, para a coleta de dados foi utilizado um questionário eletrônico construído na plataforma virtual Google forms®, disponibilizado de forma online, composto por variáveis socioeconômicas, comportamentais, variáveis relacionadas à adesão às medidas de controle da pandemia e relacionadas à vacinação. Na análise, evidenciou-se que há aceitação da vacina contra a COVID-19 pela maior parcela da amostra com 78,36% indivíduos que afirmaram pretender se vacinar, além de 16,79% que já haviam se imunizado contra a COVID-19. O medo de efeitos adversos foi o principal motivo para a recusa do imunizante. Concluiu-se que mesmo com alto índice de aceitação ainda existe parcela da população que recusa a vacina, o estudo mostra-se importante para subsidiar estratégias para o aumento da adesão vacinal contra a COVID-19.pt_BR
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - ENFERMAGEM - EENF

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Aceitação da vacina para a COVID-19 na região Nordeste do Brasil.pdf
  Until 2023-02-07
1.23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.