00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) FAU - FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/riufal/702
Tipo: Dissertação
Título: Áreas de proteção permanente-APPs em Maceió : do ideário conservacionista aos usos sócio-ambientais das zonas de interesse ambiental e paisagístico.
Título(s) alternativo(s): Legally permanent protection areas (PPPs) and zonas of environment and lands care interest (ziaps)-Maceió/AL
Autor(es): Lima, Bianor Monteiro
Primeiro Orientador: Cavalcanti, Veronica Robalinho
metadata.dc.contributor.referee1: Ribeiro, Ana Rita Sa Carneiro
metadata.dc.contributor.referee2: Faria, Geraldo Majela Gaudêncio
metadata.dc.contributor.referee3: Ferrare, Josemary Omena Passos
Resumo: As componentes ecológicas como o relevo, a hidrografia e a vegetação que ainda povoam as grotas e encostas da cidade de Maceió conferem singularidade a sua paisagem. Embora a forma e a intensidade de ocupação dos espaços da cidade resultem em degradação dessa vegetação, sobretudo nas áreas próximas dos corpos hídricos e nas encostas e grotas adjacentes às áreas mais ocupadas; essa cobertura vegetal mesmo declarada legalmente Áreas de Proteção Permanente (APPs) e Zonas de Interesse Ambiental e Paisagístico (ZIAPs), têm sido alvo de forte pressão ante a expansão da ocupação urbana. A partir de apoio teóricometodológico baseado em A Arquitetura Paisagística-morfologia e complexidade em Magalhães (2001), essa Dissertação analisa a paisagem urbana de Maceió a partir de suas componentes ecológicas, da ocupação urbana como componente cultural e do conjunto das legislações urbanística e ambiental, constatando que o interesse ambiental e paisagístico é uma realidade, embora careça de expressão na realidade concreta do espaço da cidade. Para tanto identifica no atual clima, mundial e local, de defesa do meio ambiente uma oportunidade para avançar, indo além do texto das leis, para a definição de usos sócio-ambientais para as áreas de Proteção Permanente. Defende a hipótese de que essas APPs conjuntamente com as Zonas de Interesse Ambiental e Paisagístico já definidas pelo Plano Diretor Municipal, passem a estruturar um Sistema de Espaços Livres Vegetados, embrião de um possível Plano Verde do município de Maceió. Trata-se de uma contribuição ao planejamento da ocupação do território da cidade de modo a implementar a urbanidade e a qualidade de sua paisagem.
Abstract: The ecological components as topography, hydrograph and the vegetation that still exist in valleys and hillsides of Maceio city brings to the landscape singularity. Although the occupation form and intensity of the spaces result in the vegetation degradation, particularly in the areas next to the water bodies, in the hillsides and valleys next to the most occupied areas, these vegetation even named legally Permanent Protection Areas (APPs) and Zones of Environment and Landscape Interest (ZIAPs), has been focus of strong pressure face to the expansion of urban occupation. Based on theoretical-methodological approach from Magalhaes (2001), this work analyses the urban landscape of Maceio, from its ecological components, urban occupation as a cultural component and from the group of urban and environment laws. It achieves that the environment and landscape interest are real, although needs to be considered in the concrete reality of the city space. For this, identifies in both, global and local climate, an opportunity to advance in the environmental protection aspect, going beyond the laws to the definition of social-environmental uses to the areas of Permanent Protection. It is proposed of that these APPs along with the ZIAPs already defined by the Municipal Master Plan, may structure a Green Free Vegetated Spaces System, which would receives the denomination of Maceio Green Plan. It is a contribution to the territory occupation plan of the city, in a way to improve the urbanity and quality of its landscape.
Palavras-chave: Landscape
Urban vegetation Maceió(AL)
Environment Maceió(AL)
Paisagismo
Vegetação urbana Maceió(AL)
Meio ambiente Maceió(AL)
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Dinâmicas do Espaço Habitado
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citação: LIMA, Bianor Monteiro. Legally permanent protection areas (PPPs) and zonas of environment and lands care interest (ziaps)-Maceió/AL. 2009. 155 f. Dissertação (Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado) - Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufal.br/handle/riufal/702
Data do documento: 25-nov-2009
Aparece nas coleções:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1_Dissertacao_BianorMonteiroLima_2009.pdf15.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.