00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) IP - INSTITUTO DE PSICOLOGIA Produção Cultural oriunda de Trabalhos Científicos / Acadêmicos - IP
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/9126
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: O ACOLHIMENTO E O CUIDADO INTEGRAL ÀS PESSOAS TRAVESTIS E TRANSEXUAIS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE.
Título(s) alternativo(s): THE WELCOMING AND COMPREHENSIVE CARE OF TRANSVESTITES AND TRANSGENDER PEOPLE IN CARE PRIMARY TO HEALTH.
Autor(es): MELO, ROBERT LINCOLN BARROS
Primeiro Orientador: Assis., Tereza Angélica Lopes de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Lima, Eden Erick Hilário Tenório de
metadata.dc.contributor.referee1: Assis., Tereza Angélica Lopes de
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Francinese Raquel Vieira
metadata.dc.contributor.referee3: Diniz, Jacqueline Cavalcanti
metadata.dc.contributor.referee4: Cavalcante, Margarete Pereira
Resumo: O presente trabalho tem como objeto de intervenção o acolhimento e o cuidado integral às pessoas travestis e transexuais na atenção primária à saúde. Busca-se com esse plano de intervenção, refletir e propor estratégias frente às necessidades em saúde das pessoas travestis e transexuais e se são atendidas na Atenção Primária à Saúde (APS). É sabido que o afastamento de pessoas travestis e transexuais das unidades de assistência à saúde é reflexo de diversos obstáculos como discriminação, constrangimento, preconceito, estigma e falta de treinamento profissional adequado para o atendimento às pessoas travestis e transexuais. A heteronormatividade institucional, ou seja, a presunção da heterossexualidade como regra, tem efeitos deletérios sobre o acolhimento e o processo de cuidado das pessoas TT. Neste sentido, objetiva-se propor um projeto de intervenção para implantação de um protocolo de acolhimento e cuidado integral às pessoas travestis e transexuais na atenção primária. A partir do modelo de planejamento estratégico sistêmico propiciou a elaboração do projeto de intervenção para a criação do plano de ação para o acolhimento e cuidado integral com ênfase na promoção de saúde das pessoas travestis e transexuais na atenção primária. O plano será realizado no município de Maceió que possui em sua estrutura 8 distritos sanitários e 80 equipes de Saúde da Família. Com a execução deste plano de intervenção, espera-se que a assistência na APS do município seja qualificada às pessoas travestis e transexuais, com ênfase no acolhimento adequado, livre de preconceito e discriminação das unidades básicas de saúde.
Abstract: The present work has as object of intervention the reception and the integral care to transvestite and transsexual people in primary health care. With this intervention plan, the aim is to reflect and propose strategies for the health needs of transvestites and transsexuals and if they are met in Primary Health Care (PHC). It is known that the removal of transvestites and transgender people from health care units is a reflection of several obstacles such as discrimination, embarrassment, prejudice, stigma and lack of adequate professional training to care for transvestites and transsexuals. Institutional heteronormativity, that is, the assumption of heterosexuality as a rule, has deleterious effects on the reception and care process of TT people. In this sense, the objective is to propose an intervention project to implement a protocol of reception and comprehensive care for transvestites and transgender people in primary care. Based on the systemic strategic planning model, it allowed for the elaboration of the intervention project for the creation of the action plan for the reception and comprehensive care, with an emphasis on health promotion for transvestites and transgender people in primary care. The plan will be carried out in the municipality of Maceió, which has 8 health districts and 80 Family Health teams in its structure. With the execution of this intervention plan, it is expected that the assistance in the PHC of the municipality will be qualified for transvestite and transsexual people, with an emphasis on adequate reception, free from prejudice and discrimination from the basic health units.
Palavras-chave: Minorias Sexuais
Minorias de Gênero
Travestilidade
Pessoas Transgênero
Atenção Primária à Saúde
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Especialização em Saúde Pública, com ênfase na Interprofissionalidade
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/9126
Data do documento: 12-nov-2021
Aparece nas coleções:Produção Cultural oriunda de Trabalhos Científicos / Acadêmicos - IP

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_FINAL_CESP_ROBERT_LINCOLN_BARROS_MELO.pdf1.18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.