00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) FSSO - FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - GRADUAÇÃO - FSSO Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - SERVIÇO SOCIAL - FSSO
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/8887
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Obesidade, acessibilidade e transporte público: o estigma da Gordofobia e os impactos na Mobilidade Urbana e no acesso aos Serviços Especializados de Saúde
Autor(es): Araújo, Jéssica Correia de
Rodrigues, Kalvin Avinner Monteiro
Primeiro Orientador: Lima, Telma Cristiane Sasso de
metadata.dc.contributor.referee1: Lima, Jessica Helena de
metadata.dc.contributor.referee2: Hirai, Wanda Griep
Resumo: A Obesidade como doença multifatorial é considerada epidêmica e de incidência mundial pela Organização Mundial da Saúde. As pessoas portadoras de obesidade enfrentam vários desafios cotidianos, sobretudo estigmas decorrentes da aparência corporal. Estes estigmas manifestam-se de diferentes maneiras e em diversos espaços, particularmente focamos no uso do ônibusurbano, pois é o meio de transporte público mais utilizado pela população geral. O objetivo central da pesquisa foi caracterizar as expressões da gordofobia no transporte público, debatendo a acessibilidade e a mobilidade urbana das pessoas em situação de obesidade e os impactos na qualidade de vida e de cuidados especializados em sua saúde. Nossa motivação surgiu durante o estágio curricular obrigatório na Unidade de Serviço Social do Programa de Cirurgia Bariátrica do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Universidade Federal de Alagoas), onde recebemos diversas queixas dos usuários em relação ao uso do transporte. Para o desenvolvimento da pesquisa, utilizamos como recurso metodológico as pesquisas bibliográfico-documentais de autores que abordam a obesidade numa perspectiva plural, para que alcançássemos nosso objetivo geral, cumprimos as seguintes metas específicas de estudos e coleta de dados: mapeamento da obesidade como fator social; detalhamento dos elementos que são implicados no preconceito sofrido por esses usuários com foco no transporte público; os entraves gerais que restringem a acessibilidade e a mobilidade das pessoas com obesidade; e como isso afeta no acesso ao tratamento de saúde especializada que é realizado no Programa de Cirurgia Bariátrica. Além disso, analisamos qualitativamente a opinião de trabalhadores das principais empresas de mobilidade urbana de Maceió (Alagoas), com o objetivo de avaliar a percepção dos funcionários acerca do impasse que a falta de acessibilidade e mobilidade urbana impactam diretamente na saúde dos usuários em situação de obesidade, visto que é um tema pouco difundido socialmente, e se há o conhecimento acerca das normas e legislações que competem a esses usuários. Os resultados dessa pesquisa permitem compreender como o estigma afeta em vários graus a vida dessas pessoas em situação de obesidade, e quais medidas podem ser tomadas para que haja uma redução desses casos onde evidenciamos o sofrimento cotidiano dessa população viabilizando o acesso digno aos direitos dos quais os usuários atualmente se veem desprotegidos.
Abstract: Obesity as a multifactorial disease is considered epidemic and of worldwide incidence by the World Health Organization. People with obesity face several daily challenges, especially stigmas arising from body appearance. These stigmas are manifested in different ways and in different spaces, particularly we focus on the use of the urban public transport by bus, as it is the most used means of public transport by the general population. The main objective of the research was to characterize the expressions of fatphobia in public transport, debating the accessibility and urban mobility of obese people and its impacts on their quality of life and specialized health care. Our motivation arose during the mandatory curricular internship at the Social Service Unit of the Bariatric Surgery Program of the University Hospital Professor Alberto Antunes (Federal University of Alagoas), where we received several complaints from users regarding the use of transport. We used as a methodological resource the bibliographic-documentary research of authors who approach obesity in a plural perspective, so that we could reach our general objective. We fulfilled the following specific goals of studies and data collection: where we mapped obesity as a social factor; we detail the elements that are involved in the prejudice suffered by these users with a focus on public transport; the general barriers that restrict the accessibility and mobility of people with obesity; and how it affects access to specialized health care that is performed in the Bariatric Surgery Program. In addition, we qualitatively analyzed the opinion of workers from the main urban mobility companies in Maceió (Alagoas), with the objective of evaluating the perception of employees about the impasse that the lack of accessibility and urban mobility directly impact on the health of users in situations of obesity, since it is a topic that is not widely disseminated socially, and if there is knowledge about the norms and legislation that are incumbent on these users. The results of this research allow us to understand how stigma affects the lives of these obese people to varying degrees, and what measures can be taken to reduce these cases where we evidence the daily suffering of this population, enabling dignified access to the rights they deserve. Users currently find themselves unprotected.
Palavras-chave: Obesidade
Estigma
Mobilidade Urbana
Transporte Público
Gordofobia
Obesity
Stigma
Urban mobility
Public transportation
Fatphobia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Alagoas
Sigla da Instituição: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Curso de Serviço Social
Citação: ARAÚJO, Jéssica Correia de; RODRIGUES, Kalvin Avinner Monteiro. Obesidade, acessibilidade e transporte público: o estigma da Gordofobia e os impactos na Mobilidade Urbana e no acesso aos Serviços Especializados de Saúde. 2022. 82 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Serviço Social)- Faculdade de Serviço Social, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/123456789/8887
Data do documento: 29-mar-2022
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - SERVIÇO SOCIAL - FSSO



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.