00 CAMPUS ARISTÓTELES CALAZANS SIMÕES (CAMPUS A. C. SIMÕES) CECA - CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - GRADUAÇÃO - CECA Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - AGRONOMIA - CECA
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufal.br/jspui/handle/riufal/7193
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Silva, João Manoel da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2574390886279350pt_BR
dc.contributor.referee1Costa, Jakes Halan de Queiroz-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6498526032672655pt_BR
dc.contributor.referee2Santos, Tânia Marta Carvalho dos-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2031287107158047pt_BR
dc.creatorAngelo Neto, Orlando-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4267917022150778pt_BR
dc.date.accessioned2020-09-02T02:15:42Z-
dc.date.available2020-08-24-
dc.date.available2020-09-02T02:15:42Z-
dc.date.issued2020-03-12-
dc.identifier.citationANGELO NETO, Orlando. Acampamentos Sapucaia e Caípe, União dos Palmares, Alagoas: características socioeconômicas e produtivas. 2020. 46 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia) – Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/7193-
dc.description.abstractThe panorama of land use in the forest area of the state of Alagoas is traditionally linked to the monoculture of sugarcane or beef cattle, with the sharp decline of the sugar and alcohol industry, a change has been taking place in the landscape of this region, the fields once occupied by immense cane fields they give way to manioc, sweet potatoes, corn and beans, and canvas or taipa shacks, are the rural camps, home and stage of struggle and resistance of men and women waiting for agrarian reform, people living on the margins society and reveal the neglect of public power with family farming. The objective of this work was to highlight the living conditions to which these people are exposed, the limits imposed by adverse conditions and lack of resources, as well as to identify who they are, their education, ages and sex. The camps studied were Caípe and Sapucaia, located on the margins of BR-104 in the municipality of União dos Palmares, in the zone of the Alagoas forest, these are two of the hundreds of camps that are located in the lands that comprise the bankrupt mass of Usina Lajinha, which totaling a total of 11 thousand hectares, the camps targeted by the work shelter around 80 families, who fight for survival while producing food and awaiting agrarian reform, the work began in May 2019 and lasted until February 2020 where quantitative and qualitative data were obtained, obtained through a semi-structured questionnaire applied to a universe of 14 families chosen at random and who were willing to show their reality to the academic community and thereby reveal their situation of neglect before society, among the campers there are mainly people already linked to land, most of whom are former sugar cane who feel entitled to claim access to land where they have worked for years, among them are people of different age groups, genders and education, who report that among the many problems faced include infrastructure due to the difficulty access to essential services, such as health care, schools, electricity and basic sanitation, in addition, the precarious infrastructure ends up impeding the flow of production, together with the lack of technical assistance, factors that hinder productivity, thus compromising productivity. permanence in the occupation, and the quality of life of the rural workers present in it.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Alagoaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCurso de Agronomiapt_BR
dc.publisher.initialsUFALpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAcampamentos ruraispt_BR
dc.subjectluta pela terrapt_BR
dc.subjectvida no campopt_BR
dc.subjectassistência ruralpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApt_BR
dc.titleAcampamentos Sapucaia e Caípe, União dos Palmares, Alagoas: características socioeconômicas e produtivaspt_BR
dc.title.alternativeWaiting for agrarian reform: socioeconomic and productive characteristics of the Sapucaia and Caípe camps, União dos Palmares, Alagoaspt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.description.resumoO panorama do uso da terra na zona da mata do estado de Alagoas é tradicionalmente ligado ao monocultivo da cana ou a pecuária de corte. Com a acentuada decadência da indústria sucroalcooleira vem ocorrendo uma mudança na paisagem dessa região, os campos outrora ocupados por imensos canaviais vão dando lugar a lavouras de macaxeira, batata doce, milho e feijão, e a barracos de lona ou taipa são os acampamentos rurais, lar e palco de luta e resistência de homens e mulheres à espera da reforma agrária, pessoas que vivem à margem da sociedade e revelam o descaso do poder público com a agricultura familiar. Objetivou-se com esse trabalho evidenciar as condições de vida à que estão expostas essas pessoas, os limites impostos pelas condições adversas e falta de recursos, bem como identificar quem são, suas escolaridades, idades e sexo. Os acampamentos estudados foram Caípe e Sapucaia, localizados as margens da BR-104 do município de União dos Palmares, na zona da mata alagoana, esses são dois das centenas de acampamentos que estão localizados nas terras que compreendem a massa falida da Usina Lajinha, que totalizam um total de 11mil hectares, os acampamentos alvo do trabalho abrigam em torno de 80 famílias, que lutam pela sobrevivência no mesmo tempo que produzem alimentos e aguardam a reforma agrária, o trabalho se iniciou em maio de 2019 e durou até fevereiro de 2020 onde foram englobados dados quantitativos e qualitativos obtidos a partir do uso de questionário semiestruturado aplicado a um universo de 14 famílias escolhidas ao acaso e que se mostraram dispostas a mostrar a sua realidade à comunidade acadêmica e com isso evidenciar a sua situação de descaso perante a sociedade, dentre os acampados encontram-se principalmente pessoas já vinculadas a terra, em sua maioria ex-trabalhadores do monocultivo da cana-de-açúcar que se sentem no direito de reivindicar acesso à terra onde trabalharam durante anos, entre eles encontra-se pessoas de diversas faixas etárias, gêneros e escolaridades, que relatam que dentre os muitos problemas enfrentados incluem a infraestrutura a partir da dificuldade de acesso de serviços essenciais, como a assistência médica, escolas, eletricidade e saneamento básico, além disso, a infraestrutura precária acaba por obstar o escoamento da produção, sendo junto com a inexistência de assistência técnica, fatores que prejudicam a produtividade, comprometendo assim a permanência na ocupação, e a qualidade de vida dos trabalhadores rurais presentes nela.pt_BR
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação - AGRONOMIA - CECA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Acampamentos Sapucaia e Caípe, União dos Palmares, Alagoas características socioeconômicas e produtivas.pdf.pdf634.38 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.