Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/697
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Iluminação nas áreas de hall e circulação de Shopping Center : Maceió Shopping, um estudo de caso.
metadata.dc.creator: Souza, Ellen Priscila Nunes de
metadata.dc.contributor.advisor1: Cabus, Ricardo Carvalho
metadata.dc.contributor.referee1: Barbirato, Gianna Melo
metadata.dc.contributor.referee2: Toledo, Alexandre Márcio
metadata.dc.contributor.referee3: Scarazzato, Paulo Sergio
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho aborda a importância e a qualidade da iluminação, seja ela artificial ou natural, no conforto visual de espaços comerciais. A crescente importância dos shopping centers fez com que uma de suas áreas internas também se destacasse: a área destinada ao hall e circulação, pois agora além do circular há a função de área de descanso. É fornecido, desta forma, um diagnóstico do desempenho luminoso das áreas de hall e circulação de um shopping center, localizado na cidade de Maceió/AL, no tocante às necessidades humanas (visibilidade e desempenho de tarefas) e à arquitetura. Para tal, duas principais etapas metodológicas foram demarcadas. A primeira etapa referindo-se à avaliação qualitativa, mediante levantamento físico dos halls e circulação para caracterizar o sistema da iluminação. A segunda etapa é a avaliação quantitativa em um espaço amostral e aferição da iluminância segundo NBR 5.382 Verificação de Iluminâncias de Interiores para sistemas de iluminação artificial com posterior simulação para o sistema de iluminação natural e comparação entre os níveis encontrados e os solicitados pela NBR 5.413 Iluminância de Interiores e pelo Código de Edificações e Urbanismo da Cidade de Maceió, lei municipal nº 5.593/2007. Estes dados foram cruzados obtendo-se um panorama do tratamento da iluminação no shopping center escolhido de forma: (i) geral, onde foram verificadas falhas na distribuição e altura de elementos que contribuem para o processo de reflexão da luz (natural e artificial) no espaço interno; e (ii) específica, verificando-se iluminâncias insuficientes à realização das atividades previstas, circular e descansar mediante o mapeamento de curvas isolux de duas áreas amostrais. Foram concluídas ainda diferenciações na forma como a iluminação é obtida pelo primeiro e segundo pavimentos: o primeiro possui iluminâncias inferiores à norma nos três pontos simulados, mesmo no ponto abaixo à abertura zenital, seus valores mais altos variando entre 50lx e 300lx; o segundo possui iluminâncias no mínimo quatro vezes acima dos valores solicitados nos três pontos simulados, obtendo-se valores que variaram entre 500lx e 7000lx.
Abstract: This paper discusses the importance and quality of lighting, whether artificial or natural, visual comfort of commercial spaces. The growing importance of shopping centers has made one of its internal areas also stand out: the area intended for hall and circulation, which now is moving beyond the role of rest area. It comes, therefore, a diagnosis of performance in the areas of light and movement hall of a shopping center, located in the city of Maceió / AL, with regard to human needs (visibility and task performance) and architecture. To this end, two major methodological steps have been demarcated. The first step referring to the qualitative assessment by physical survey of the halls and circulation to characterize the system of lighting. The second step is the quantitative evaluation in a sample space and measurement of illuminance second NBR 5382 - Verificação de Iluminâncias de Interiores for artificial lighting systems with posterior simulation for daylighting system and compare the levels found and claimed by the NBR 5413 Iluminância de Interiores and the Building Code and the City of Maceió, municipal law No 5593/2007. These data were crossed resulting in a treatment situation of the lighting at the mall chosen in order: (i) general, where failures were observed in the distribution and height of elements that contribute to the process of reflection of light (natural and artificial) in internal space, and (ii) specific, and there are insufficient Illuminances to the implementation of the planned activities, movement and rest by the mapping curve isolux being situated in two selected sites. There have been made some conclusions in how the daylighting is obtained by first and second floors: the first has Illuminances below the standard in the three simulated points, even at the point below the opening zenith, their highest values ranging from 50lx and 300lx, the second Illuminances has at least four times higher than the values required in the three simulated points, yielding values ranging from 500lx and 7000lx.
Keywords: Shopping Center
Lighting
Visual comfort
Shopping Center
Iluminação
Conforto visual
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Dinâmicas do Espaço Habitado
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: SOUZA, Ellen Priscila Nunes de. Iluminação nas áreas de hall e circulação de Shopping Center : Maceió Shopping, um estudo de caso.. 2010. 135 f. Dissertação (Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado) - Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufal.br/handle/riufal/697
Issue Date: 22-Jan-2010
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FAU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EllenPricilaNunesdeSouza_2010.pdf5,67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.