Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/539
metadata.dc.type: Tese
Title: Seara Vermelha : discurso ideológico/partidário e suas implicações no estético
metadata.dc.creator: Souza, Paulo de
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Roberto Sarmento
metadata.dc.contributor.referee1: Duarte, Eduardo de Assis
metadata.dc.contributor.referee2: Souza, Francisca Zuleide Duarte de
metadata.dc.contributor.referee3: Araujo, Vera Lúcia Romariz Correia de
metadata.dc.contributor.referee4: Magalhães, Belmira Rita da Costa
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa realiza uma análise da obra Seara vermelha, do escritor Jorge Amado. Procura demonstrar que o projeto político-ideológico do Partido Comunista manifesta-se explicitamente na construção da narrativa dessa obra e avalia o quanto e de que maneira isso se reflete na elaboração estética da obra. A demonstração da presença da ideologia políticopartidária na narrativa faz-se, inicialmente, a partir da análise de elementos extratextuais da própria obra: título, epígrafes e dedicatórias. Também é demonstrada a infiltração da ideologia político-partidária no enredo do romance pelo estabelecimento de conflitos na narrativa que representam literariamente o conflito de classes existente na sociedade capitalista e pela construção da personagem Juvêncio como um herói típico do Realismo socialista. Contrariando a concepção de que a presença do discurso ideológico-partidário compromete sempre o valor literário da obra amadiana, a pesquisa revela a existência de um trabalho de elaboração estética em momentos narrativos de Seara vermelha nos quais o projeto político-ideológico evidencia-se explícita ou implicitamente. Em contrapartida, também há momentos narrativos em que fica evidente o prejuízo da construção literária em favor da justificação de teses do Partido Comunista. Tendo em vista o fato de a presença do discurso ideológico-partidário ora comprometer o trabalho estético da construção narrativa, ora imbricar-se na trama romanesca sem prejuízo algum para a estética da obra, chega-se à conclusão de que não é a presença ou a ausência do discurso ideológico-partidário que torna a obra amadiana melhor ou pior trabalhada do ponto de vista estético. Em Seara vermelha, a maior ou menor manifestação do estético deve-se, sobretudo, à mediação que se faz ou que se deixa de fazer, em dados momentos da narrativa, do discurso ideológico-partidário pela forma literária. Essa mediação é mais intensa ou menos intensa conforme a prioridade que se dá, em momentos distintos da narrativa, ao fato literário ou ao projeto político-ideológico.
Abstract: This research analyzes the book Seara Vermelha by the writer Jorge Amado. It attempts to demonstrate that the ideological and political project from the Communist Political Party is explicitly part of the construction of the narrative of the book and it evaluates how much and in what ways this is reflected on the esthetics of the novel. The demonstration of the presence of the communist political project on the narrative is initially done by the analysis of the extratextual elements of the book: title, theme sentences and dedications. It also shows the infiltration of a political party ideology on the plot of the novel by setting conflicts on the narrative which literarily represent the existing conflict of classes in the capitalist society and by the construction of the character Juvêncio as the typical hero of the socialist realism. On the one hand, it opposes to the view that the presence of the ideological and political speech always jeopardizes the literary value of Jorge Amado s work, and at the same time the study reveals the existence of an esthetic elaborate work in the narrative moments of Seara Vermelha when the ideological and political project is realized explicitly or implicitly. On the other hand, there are also narrative moments when it becomes evident the harm caused by the literary construction in favor of the theses of the Communist Political Party. By the fact that the ideological and political speech some times damages the esthetics of the narrative construction, and other times it fits accurately to the romantic story without causing any harm to the esthetics of the book, I have come to the conclusion that it is not the presence or absence of the ideological and political speech that makes the work of Jorge Amado better or worse when its esthetics is to be analyzed. In Seara Vermelha , the biggest or the smallest manifestation of the esthetics is, above all, due to the transformation which is done or not with the ideological and political speech as an esthetic literary work.
Keywords: Literature
ideological
narrative
esthetics
communism
literatura
narrativa
estética
ideologia
comunismo
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Alagoas
metadata.dc.publisher.initials: UFAL
metadata.dc.publisher.department: Linguística; Literatura Brasileira
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística
Citation: SOUZA, Paulo de. Seara Vermelha : discurso ideológico/partidário e suas implicações no estético. 2006. 193 f. Tese (Doutorado em Linguística; Literatura Brasileira) - Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2006.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufal.br/handle/riufal/539
Issue Date: 11-Dec-2006
Appears in Collections:Dissertações e Teses defendidas na UFAL - FALE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PaulodeSouza.pdf764,64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.